Drogas e o sofrimento das famílias

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4545 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS – UEMG FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE DIVINÓPOLIS – FUNEDI Instituto de Ensino Superior e Pesquisa – INESP

Disciplina: Psicologia Fenomenológica/Existencial Professor: Michele Mileib Aluno: José Adauto Pessoa Turma: 7º Psicologia/Matutino Data: 22/06/2011

PESQUISA “O mundo das drogas e o drama e sofrimento das famílias”

INTRODUÇÃO OBJETIVO O presentetrabalho tem como objetivo relatar experiências vivenciadas por famílias, cujos filhos tenham se envolvido com o mundo das drogas e, ao mesmo tempo, induzir a reflexões que possam contribuir para a produção de conhecimento sobre o fenômeno e tentar descobrir novas formas menos traumáticas para poder lidar com a situação e dar conta de conduzir o dependente para uma vida distante do vício, para que elepossa se encontrar consigo mesmo e poder voltar a conviver de maneira harmoniosa com a sua família e, assim, dar mais sentido à sua vida. JUSTIFICATIVA Historicamente sabe-se que toxicomania(dependência química) vem se agravando a cada dia, trazendo inquietação, incertezas e deixando a sociedade e, principalmente as famílias, impotentes diante da grandeza e do alto poder de destruição da saúde dosjovens e até de crianças; os adultos também não tem ficado imunes. Assim, torna-se necessário enfrentar o problema de frente, com a união de forças, na tentativa de busca de formas para não só prevenir(o que é muito melhor) mas também tratar os doentes. Doente aqui somos todos nós, pois estamos angustiados e assustados, com muito medo mesmo, pois o bicho é grande, perigoso e traiçoeiro; não dádicas de como vai nos pegar. Sente-se que a gravidade da doença é mais nítida entre aqueles que têm parentes(principalmente filhos) envolvidos com esse mal. MOTIVAÇÃO A escolha do tema não foi difícil, pois, sendo a psicologia uma ciência da área da saúde, o psicólogo tem por obrigação envolver-se e integrar-se na busca por conhecimentos e por ações que visem promover saúde para toda a população e,especialmente, para as famílias tomadas por tão grande mal, denominado dependência química: álcool, tabaco e drogas em geral. Conhecer pelo menos um pouco desse fenômeno e, por conseqüência, buscar soluções imediatas, de médio e de longo prazo, é dever de todo psicólogo, pois, a qualquer momento, poderá ser chamado para ajudar a socorrer as vítimas dessa situação. Trata-se de um trabalhomultidisciplinar, no qual o psicólogo se insere. METODOLOGIA Foi realizada uma pesquisa qualitativa com entrevistas semi estruturadas. A escolha dos participantes se deu através da busca de informações junto a colegas da

sala(7º período/matutino) e junto a pessoas conhecidas. Os casos existem aos milhares, podendo ser buscados junto a diversas entidades, casas e clínicas de recuperação, associações debairro, paróquias, etc. O mal vem se alastrando e a sua extensão é muito grande; devemos saber disso. Como provocam feridas muito profundas e dolorosas, nem toda família gosta ou está disposta a falar ou conceder entrevistas; comigo mesmo aconteceu diversos adiamentos e/ou cancelamentos. As famílias estão enlutadas e a cura do mal ainda está longe de acontecer. Mas, nós futuros profissionais,devemos ir ao seu encontro e nos unirmos aos diversos profissionais de outras áreas da saúde, para conseguirmos forças suficientes para agirmos. Por essa razão, adotei o procedimento de somente ouvir os relatos e não cheguei a solicitar autorização para gravar nenhuma das entrevistas; portanto, não trago nenhuma transcrição, somente a descrição das entrevistas. Pretendo retornar aos entrevistados comminhas transcrições, para que, se quiserem, possam acrescentar e/ou retirar informações. Confesso que ganhei ânimos e motivação para seguir em frente; não quero parar por aqui. Infelizmente, essa pesquisa foi muito incipiente, pois teria que entregar esse trabalho até o dia 22/06/11 e estávamos muito atarefados com outros trabalhos da própria faculdade; o seu conteúdo está muito pobre, pois...
tracking img