Drogas vasoativas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1421 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Drogas vasoativas

Dr. Salomón Soriano Ordinola Rojas

GEAPANC - 2008

Definição

São substâncias que
apresentam efeito
vascular, periférico,
pulmonar ou cardíaco.

Monitorização hemodinâmica








DC - IC
PAM
PVC
PAPO
RVS
RVP
DO2 e VO2

Receptores
• DA1 Membrana Pós-Sináptica
vasodilatação nos leitos vasculares renal,
mesentérico, cerebral ecoronário.
• DA2 Membrana pré-sináptica, inibindo
liberação de noradrenalina.

Receptores
• Alfa 1: Musculatura lisa, arteriolar e
venosa produzindo vasoconstrição.
• Alfa2 : Terminação nervosa e mediador na
liberação pré-sináptica da liberação de
noradrenalina

Receptores
• Beta 1: No miocárdio produzindo aumento
velocidade de condução do impulso
elétrico, da contratilidade miocárdica e daFC.
FC.
• Beta 2 : Nas artérias e veias produzem
vasodilatação e broncodilatação

NORADRENALINA

Noradrenalina
• Efeito alfa 1 e beta 1
Vasoconstrição periférica, renal,
esplâncnica
esplâncnica e cutânea.
Aumento da pressão sistólica, volume
sistólico e diminuição da FC.

Noradrenalina
• Indicações:
Choque vasoplégico, séptico
Hipotensão que não responde à
reposiçãovolêmica.
Para perfusão miocárdica e cerebral.

Noradrenalina
Dose
0,05 – 0,1 ug/kg/min.
1,5 - 2,0 ug/kg/min.
Preparação:
1 ampola - 4mg/4ml
Noradrenalina - 4 amp + SF 0,9% - 234 ml
Concentração: 64mcg/ml
Meia vida de 3 min.

Cuidados !!!
Evitar administrar com solução alcalina,
evita-se o extravasamento
Nunca administrar medicamento em
bolus pela via das drogas vasoativas
Avaliaçãoperfusão extremidades

ADRENALINA
ADRENALINA

Adrenalina
Efeito beta 1 e beta 2 dose < 0,2 ug/kg/min.
Aumenta fluxo sanguíneo para músculo
esquelético
PAD diminui com alargamento da pressão
de pulso.

Adrenalina
Efeito alfa > 0,2 ug a 3 ug/kg/min.

Aumenta DC e FC, broncodilatação,
vasoconstrição renal e esplâncnica, ↑
glicemia, ácidos graxos livres, atividade da
renina, ↓ K,aldosterona e aminoácidos.

Adrenalina
• Indicações:
PCR: 1 mg a cada 3 ou 5 min.
(ou diluir com 20 ml p/ via endotraqueal, com dose
2 – 2,5x maior)
Síndrome vasoplégica
Broncoespasmo
Choque anafilático.

Adrenalina
Diluição:
Adrenalina 2mg + SF0,9% 250ml (iv)
Concentração:8mcg/ml.

Cuidados: semelhante à
noradrenalina.

Dopamina

Dopamina
Ação indireta libera noradrenalinana
terminação simpática.
Efeito beta 1, beta 2
Vasodilatação renal e esplâncnica
Melhora DC, FC e pressão arterial
sistêmica

Dopamina
Efeito alfa adrenérgico

Vasoconstrição periférica

Aumento da pressão sistêmica e pulmonar

Dopamina
uso como proteção renal é discutido

quando
quando precisa efeito beta -> dobutamina

se necessário efeito alfa -> noradrenalina

DopaminaDiluição:
1 ampola – 50mg – 10ml
Dopamina - 5 amp
SF0,9% - 200ml
Concentração:1000mcg/ml

Dopexamina
Catecolamina sintética
não comercializada no Brasil

Dobutamina

Dobutamina
alta afinidade beta 1 e pouca afinidade
beta 2 e quase sem efeito alfa
pouco efeito na pressão sistêmica,
vasodilatação
vasodilatação periférica.
aumenta contratilidade miocárdica,
volume de ejeçãosistólico e DC
pouco efeito sob FC

Dobutamina
Dose inicial:
1,0 – 2,0 ug/kg/min.
Dose média de uso
5,0- 10,0 ug/kg/min.
Diluição: 1 ampola – 20ml – 250mg
Dobutamina -1 amp
SF0,9% - 230ml
Concentração:1000mcg/ml

Isoproterenol

Isoproterenol
• Efeito beta 1 e beta 2
• Aumento volume de ejeção sistólica, DC e
da
da FC
• ↑pressão arterial sistêmica e↓diastólica
• potentevasodilatador pulmonar e
broncodilatador

Isoproterenol
• Indicação na hipertensão pulmonar , baixo
DC, asma, tratamento das bradiarritmias,
na “torsades de points” e na síndrome
bradi
bradi-taqui
• Dose 0,05 -2,0 ug/kg/min.
• SG ou SF 250 ml + 5ml (5 mg)
1 ml = 20 ug

Isoproterenol
Cuidados similar às outras DVA
Hipotensão acentuada, aumento do
consumo de oxigênio pelo miocárdio...
tracking img