Douverge

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1010 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MAURICE DUVERGER: Cientista político e sociólogo francês. Tinha como objetivo inserir os problemas jurídicos no processo político e social. Seu principal objetivo de estudo foi um conjunto de temas considerados político, tal como os partidos, as constituições.
Ciência política: A definição de ciência política seria possível se estivesse perfeitamente conceituada, mas estamos longe disso. Portanto ela ainda é uma ciência jovem. Para alguns a ciência política é a ciência do poder, para outros, ciência do estado. Mas na realidade todas as definições estão ligadas a um fator comum, o poder.
A noção do poder: Em qualquer grupo social encontram-se os que dão as ordens e os que obedecem. A CP aparece assim como a ciência dos governantes: estuda sua origem e os fundamentos da obediência.Segundo Duguit pela teoria democrática todo mundo é ao mesmo tempo, governante e governado. Por outro lado dois fenômenos contrariam a concepção de duguit: A noção do poder imediato definida por sociólogos franceses é que para caracterizar as sociedades primitivas os membros dos grupos não obedeceriam aos governantes, mas sim a um grupo de regras, exprimindo assim, a vontade do grupo inteiro. Emseguida a evolução geral do poder nas sociedades desenvolvidas, tenderia a obedecer cada vez mais sua função e não ao seu titular. Porém essas teorias só parcialmente correspondem a realidade, já que na pratica não parece ter existido poder puramente imediato, encontramos sempre chefes de uma forma ou outra. Podemos então conservar os esquema de Duguit a titulo da primeira aproximação.
Montesquieu =Sociedade e Poder Montesquieu tem traços de enciclopedismo, ora aparece como pai da sociologia e quase sempre como aquele que na ciência política desenvolveu a teoria dos 3 poderes. Sua obra trata da questão do funcionamento dos regimes políticos, além disso, ele é um membro da nobreza que não tem como objeto de reflexão política a restauração do poder de sua classe. Mas sim como tirar partido decertas características do poder nos regimes monárquicos. Sua preocupação central foi a de compreender as razões da decadência das monarquias. Buscava possibilidades para um regime estável, busca que aponta para os mecanismos da moderação.
A concepção de lei em Montesquieu: As leis tinham uma conotação de expressão da autoridade. Eram simultaneamente legitimas e ideais. Montesquieu definia asleis como “relações necessárias que derivam da natureza das coisas”. Ele tenta explicar as leis humanas, sua permanência e modificações a partir de leis da ciência política.
Os três governos = Monarquia, Republica, Despotismo. Considera duas dimensões do funcionamento político, das instituições: a natureza e o principio de governo. Na monarquia uma pessoa só governa, através de leis e instituições,na republica governa o povo no todo ou em parte, no despotismo governa a vontade de um só. O principio da monarquia é a honra, da republica é a virtude, e do despotismo é o medo. Republica e despotismos são parecidos, a única diferença é que enquanto na republica o povo é tudo, no despotismo é NADA. Despotismo = um governo cuja natureza é não ter principio. (governo da paixão) Monarquia = O poderestá dividido, o poder contraria o poder. (governo das instituições) República = Depende que os homens mais virtuosos contenham seus próprios apetites e contenham os demais. (governo dos homens).
Os três poderes: Executivo, legislativo, judiciário. Seu principal motivo para a divisão dos 3 poderes foi para que não acontecesse abuso de poder na mão de uma pessoa só (despotismo) e teria que serdividido entre o Legislativo, judiciário e executivo, cada um assim exercendo determinada função.
Hoje em dia podemos relacionar essa afirmação a política brasileira. Na qual nossos representantes abusam de seus poderes, desviando verbas publicas, aumentando impostos, usando o poder pra beneficiar uma minoria. Corrompem-se, assim esquecendo o real motivo pra que foram eleitos.
Hobbes = Estado...
tracking img