Doutora

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1789 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de setembro de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
Revista Formação, n.16, volume 1 – p.117-119
____________________________________________________________________

DA CONDIÇÃO HUMANA À CONDIÇÃO URBANA
Ana Cristina da SILVA1
GOMES, Paulo César da Costa. A condição urbana. Ensaios de geopolítica da cidade. Rio de Janeiro: Bertrand
Brasil, 2002. 304 p.
Paulo César da Costa Gomes, autor de A condição urbana, é conhecido no metier geográficobrasileiro e
francês pela sua produção teórica acerca da epistemologia da Geografia, o que pode ser conferido em seu livro
intitulado Geografia e modernidade. Originalmente uma tese de doutorado, o texto foi publicado no Brasil,
também pela Bertrand Brasil, em 1996. Há que se destacar a significativa produção desse autor também na
organização de livros, alguns em co-autoria, e artigos,individuais, versando sobre teoria da Geografia e história
do pensamento geográfico, Geografia cultural, e, a relação território e cidadania. Tema esse que é central na
obra, em apreço, por se constituir em objeto de uma pesquisa do autor sobre fenômenos sociais no Brasil, no
Canadá e em Paris.
Publicada no início desse século, A condição urbana é um dos últimos trabalhos individuais do autor e
seinsere numa trajetória intelectual que está longe de perder o vigor. Na obra ora resenhada encontram-se os
mesmos traços característicos apresentados em seus trabalhos anteriores: rigor metodológico e teórico-conceitual
aliado a uma narrativa fluente e acentuada erudição. A originalidade da abordagem consiste em oferecer uma
interpretação “geopolítica” da cidade rompendo com os tradicionaisestudos de geopolítica ou de geografia
política em outras escalas, que não essa da cidade ou do urbano.
Ainda que o título, por si só, possa despertar a curiosidade do leitor, é a partir da apresentação e da
introdução que se delineia o escopo da obra e, portanto, o sentido da condição urbana. Além disso, é claro, a sua
estrutura, em duas grandes partes, sinaliza o fio condutor das reflexõesdesenvolvidas pelo autor.
O que nos é apresentado e em qual universo de reflexão somos introduzidos em A condição urbana?
Inicialmente, apresentam-se eventos e fenômenos sociais urbanos comuns no cotidiano que, aparentemente,
podem ocorrer em qualquer cidade ou sociedade. Mas, no caso, trata-se das sociedades brasileira, parisiense e
canadense, em que o desafio do autor é mostrar que fenômenossociais distintos possuem um componente
essencial comum: a “dinâmica espacial”. Cabe ao leitor percorrer e compreender o percurso da demonstração do
autor e assim desvelar o elemento estrutural dos fenômenos abordados: a “disputa territorial”.
Imbuído da tarefa de realizar o que considera responsabilidade da Geografia, que é “produzir uma
verdadeira interpretação dos fenômenos, por meio de umainovadora análise espacial”, Gomes destaca a
dimensão espacial dos fenômenos que estuda, cujo elemento central da análise consiste da “trama relacional das
localizações”, sem a qual não é possível compreender os fenômenos urbanos, nem a ordem espacial que os
configura. Além de ser portadora de sentidos, a ordem espacial é a condição básica para a existência das práticas
e dos movimentos sociais.E quais são esses fenômenos? Trata-se da questão do regionalismo ou do nacionalismo do Quebec, no
Canadá, que se traduz em desafios e impasses quanto a uma “identidade territorial”; do movimento das torcidas
organizadas no futebol e dos “arrastões” nas praias do Rio de Janeiro, onde as disputas por território assumem
feições estéticas motivadoras de lutas em outros cenários; do caso parisiensedos “quebradores”.
Uma constante nos fenômenos estudados é a valorização do “papel da espacialidade” na compreensão
dos movimentos sociais, diante de suas manifestações e características. Essa valorização tem sido destacada em
outras disciplinas, obrigando a realização de um “diálogo interdisciplinar”. Mas como é a “identidade do olhar
geográfico” que elucida “os princípios de coerência e...