Doenças ocupacionais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2561 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL

DOENÇAS OCUPACIONAIS
SABRINA HOFMAN DOS REIS

CAXIAS DO SUL
2011

INTRODUÇÃO

As doenças ocupacionais estão cada vez mais presentes no ambiente de trabalho, devido a ambientes insalubres. A saúde ocupacional é uma estratégia muito importante para o bem estar dos funcionários, e contribui para a produtividade, motivação, e satisfação no trabalho. Elas sãodecorrentes da exposição do trabalhador aos riscos da atividade que desenvolve. Podem causar afastamentos temporários, repetitivos e até definitivos, prejudicando a produtividade.
Essas doenças são geralmente ligadas á modificação no estado de saúde do trabalhador, elas são originadas através da condição de trabalho desempenhada pelo trabalhador em seu trabalho e até mesmo situações pessoais doindivíduo que podem atrapalhar a função desempenhada.

DOENÇAS OCUPACIONAIS
HISTÓRIA:
A doença ocupacional é descrita desde os tempos antigos .Hipócrates descreveu o quadro clínico da intoxicação saturnina, Plínio, o aspecto dos trabalhadores expostos ao chumbo, ao mercúrio e a poeiras, Agrícola escreve sobre a “asma dos mineiros”, hoje denominada silicose e Paracelso, a intoxicação pelomercúrio. Quase dois séculos mais tarde, em 1700 foi publicado “De Morbis Artificum Distriba”, escrito por Bernardino Ramazzini, conhecido como “Pai da Medicina do Trabalho”, descrevendo doenças de aproximadamente 50 ocupações (MENDES 22).
A “Revolução Industrial” (1760 - 1850) teve papel de destaque na mudança das condições de vida social e de trabalho. As condições de trabalho eram péssimas, asdoenças e os acidentes eram numerosos, não havia limites na jornada, ultrapassando dezesseis horas de trabalho por dia, o ambiente era fechado e as máquinas sem qualquer proteção. Além disso, disseminaram-se também as doenças infectocontagiosas. As primeiras leis sociais voltadas à reparação dos danos causados por acidentes e doenças ocupacionais datam do final do
século XIX na Europa, e início doséculo XX no Brasil. Representam a preocupação dominante neste período histórico pela proteção ao corpo dos trabalhadores, denunciando a periculosidade das máquinas, dos gases, das poeiras tóxicas e dos parasitas, vírus e bactérias presentes nos ambientes laborais. É um período de expansão do modelo taylorista-fordista que expõe, “o corpo como ponto de impacto da exploração”, segundo interpretação deChristophe Dejours.
Embora a preocupação dominante pelo corpo doente, encontram-se algumas referências sobre as implicações do trabalho na saúde/ doença mental dos trabalhadores. São ilustrativas as referências de Marx a respeito das consequências do trabalho sobre o “sistema nervoso” dos trabalhadores, as preocupações de Henry Ford com os problemas decorrentes das rotinas de trabalho, aidentificação das linhas de montagem como fontes de sofrimento psíquico no primeiro número do Journal of Mental Higyene, de 1917. Sofrimento psíquico já
identificado por Ramazzini , em 1700, entre escriturários e tipógrafos como uma das explicações para a ocorrência de lesões ósteo-articulares nessas categorias profissionais.
A Arte, através de Charles Chaplin, no filme ‘Tempos Modernos’, registra ovínculo entre trabalho e doença mental quando, no âmbito da Ciência as explicações sobre as patologias psíquicas recaíam fundamentalmente nos fatores genéticos e nas relações familiares, principalmente àquelas referentes a 1ª infância. É só em 1956, com a publicação
do artigo de Le Guillant, ‘A neurose das telefonistas’, que a relação entre saúde/doença mental e trabalho se consolida no campocientífico.
Em 1831, uma comissão de inquérito chefiada por Michael Saddler, criou um relatório que chocou a opinião pública por suas conclusões. Em função do impacto deste relatório, em 1833, foi baixado o Factory Act - a primeira legislação realmente eficiente no campo da proteção ao trabalhador. No Brasil, a esse respeito, foram feitos estudos por diversos autores. Em 1919, foi aprovada a...
tracking img