Doenças da seringueira

Páginas: 5 (1079 palavras) Publicado: 30 de abril de 2011
1. INTRODUÇÃO
A domesticação da seringueira ocorreu entre o final do século XIX e o início do século XX;
Apesar de ser um gênero com centro de origem amazônico, os primeiros plantios iniciaram-se no sudeste asiático, a partir de sementes coletadas na região norte do Brasil;
No Brasil, os plantios comerciais adensados, foram implantados a partir de 1927, em duas tentativas frustradas peladoença mal-das-folhas;
Realizadas pela Ford Motor Company, no Estado do Pará;
Outras tentativas fora feitas e até 1988 foram plantados 166 mil ha, sendo 119 mil com incentivos do governo;
Desse total, 95 mil localizavam-se em áreas tradicionais de plantio (região amazônica), dos quais 38 mil ha foram perdidos, também devido à mesma doença.
2. MAL-DAS-FOLHAS
Agente causal: Microcyclus ulei (sin.=Dothidella ulei = Melanopsamopsis ulei) (Fusicladium macrosporum)
A doença é reconhecida por diversos fitopatologistas como a mais grave enfermidade da seringueira;
Apesar de 90% dos plantios se localizarem nos países do extremo oriente (Tailândia, Indonésia e Malásia);
Sua ocorrência ainda está restrita ao continente americano, abrangendo El Palmar, no México (18ºN), ao município deJacupiranga (SP), no Vale do Ribeira (24º48’S);
Os países asiáticos tratam esta doença como assunto de segurança nacional, pois a borracha natural tem grande peso na sua balança comercial;
2.2. ETIOLOGIA
O mal Sul-Americano das folhas, ou simplesmente mal-das-folhas, é causado pelo fungo Microcyclus ulei, pertencente à classe Loculoascomycetes e Divisão Ascomycota;
Sua divisão anamórfica corresponde aFusicladium macrosporum;
É um fungo parasita do gênero Hevea, cuja patogenicidade já foi comprovada em H. brasiliensis, H. benthamiana, H. guianensis, H. spruceana, H. camargoana e H. camporum;
Atualmente, são conhecidas no Brasil, 22 raças do patógeno, cinco delas presentes na região do Vale do Ribeira (SP);
Os conídios (ascósporos) são levemente esverdeados ou oliváceos;
O estádio conidialde M. ulei é o principal responsável pelos surtos epidêmicos;
Os conídios são disseminados pela água da chuva e pelo vento a curtas e longas distâncias, respectivamente;
Para propiciar a infecção, são necessárias pelo menos oito horas contínuas de orvalho;
Os esporos penetram diretamente através da cutícula e o período latente dura cerca de 5 a 6 dias;
Para que haja epidemia severa, ascondições necessárias são UR 90%, por 10 horas consecutivas, durante um período mínimo de 12 dias.
2.3. CONTROLE
Uma das principais medidas de controle envolve o plantio em locais desfavoráveis ao desenvolvimento do patógeno, por meio da evasão (evasão geográfica ou no espaço) conhecida como “áreas de escape”;
Foi desenvolvido um zoneamento climático pelo Instituto Agronômico de Campinas (IAC),utilizando o balanço hídrico entre os valores mensais de precipitação pluvial e evapotranspiração potencial de cada região;
O zoneamento dividiu a Região Amazônica em 4 zonas ecológicas distintas e as demais regiões brasileiras ficaram distribuídas em outras nove;
Segundo este zoneamento, existe uma vasta área com potencial ao cultivo da seringueira no Brasil;
Com estação seca bem definida,coincidentes com o período de troca das folhas das plantas, sem riscos de epidemias;
Com isso novas fronteiras heveícolas se abriram no país, mostrando o caminho para auto-suficiência de borracha natural;
Na região Amazônica super úmida e úmida, o uso de cultivares resistentes e com troca uniforme das folhas não é suficiente para o controle da doença, pois;
Tanto o período de molhamento foliar como atemperatura são altos o ano todo, favorecendo a infecção;
Nesse caso, os plantios podem ser feitos com a utilização de enxertia de copa com cultivares híbridos de H. pauciflora;
Esta espécie tem se mantido altamente resistente ao mal-das-folhas por todos estes anos;
As mudas utilizadas são do tipo tricomposta ou de duplo enxerto, constituídas por um porta-enxerto vigoroso e rústico;
Um...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • seringueira
  • seringueira
  • A Seringueira
  • Seringueiras
  • seringueira
  • seringueira
  • Seringueira
  • seringueira

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!