Documento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1876 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Disciplina Produçao e Recursos Materiais
Portfolio N° 01
Estudo de caso – FORD

:: Portfólio
OBJETIVO

Aprimorar os conhecimentos de Produção, bem como a aplicação dos conceitos em empresas.

ORIENTAÇÃO

Elabore individualmente as atividades solicitadas.
Amplie as pesquisas, atualizando-as e referenciando-as.

DESCRIÇÃO BASEADO NO LIVRO TEXTO

Estudo de caso 1:
A maior apostada Ford: Uma fábrica e um carro novos são as armas da montadora para crescer no Brasil
A aposta da Ford para continuar brigando por fatias maiores do mercado brasileiro é um modelo totalmente modificado do conhecido Fiesta. O novo carro, um popular que teve o nome código de Amazon, nasce junto com a moderna fábrica da montadora na Bahia. Para os 2.300 funcionários que trabalham na nova unidadede Camaçari, município da Grande Salvador, é uma aposta de progresso para a região. Para a Ford, a segunda maior fabricante de automóveis do mundo, é uma aposta no crescimento da filial brasileira. A companhia tem participação de 7% no mercado nacional. Com a nova família de produtos que sairá da planta nordestina, ela pretende dobrar sua fatia no bolo até 2004. "A Ford pode ser ainda muito maisforte no Brasil, por isso decidimos investir tanto", diz Antonio Maciel Neto, presidente da empresa no país. Há três anos, ele recebeu a incumbência de conquistar o consumidor brasileiro e não esconde que esse é o maior desafio de seus 44 anos de vida.
A Ford não foi a única a se propor tal desafio. Toda a indústria automobilística vive a mesma inquietação. Hoje, para manter ou aumentar a venda deveículos, uma montadora tem de colocar nas revendedoras o que o consumidor quer: um carro bonito, confortável, durável, prático, ágil e, principalmente, barato. Isso não é mais segredo para ninguém e vale para modelos de todos os patamares de preço. A competição tem como objetivo fazer mais com menos. Ela concentra-se no mercado dos populares, os carros de motor 1.0. Esses modelos são hoje ospropulsores da indústria automotiva brasileira. De cada dez veículos vendidos no Brasil, sete são 1.0. Não é por outra razão que a Ford investiu 1,2 bilhão de dólares na construção do complexo de Camaçari para fabricar um carro com esse perfil. Com o tempo, outros modelos se seguirão.
Depois de desfeita a união com a Volkswagen, em 1994, batizada de Autolatina, a Ford não conseguiu voltar a seupatamar de vendas anterior. Nos anos 80 tinha quase um quarto do mercado brasileiro. Com o fim do casamento com a montadora alemã, tinha 11% da preferência do consumidor. Durante a parceria, a Ford ignorou uma tendência que se tornaria mania nacional: os carros populares. Enquanto a montadora americana investia em modelos mais caros, a alemã lançava o Gol 1000, um dos maiores sucessos da indústriabrasileira. Em 1995, a Ford lançou o Fiesta 1.0. Dois anos depois veio o Ka. Os dois juntos têm hoje 5% do mercado de populares.

Uma reação forte não podia mais ser adiada. O investimento pesado em Camaçari tornou-se imprescindível para atingir o objetivo de crescimento a que a Ford se propôs. Todo mundo está correndo atrás do mesmo filão. Prova disso é que, entre 1996 e 2001, a indústriaautomobilística investiu 20 bilhões de dólares no Brasil. Nos últimos anos várias montadoras desembarcaram no país e entenderam as limitações de renda da população.
A produtividade deu um salto nos últimos vinte anos. A robotização da indústria já chega a 50% nas fábricas mais modernas do país. Um operário produz hoje mais de 100 automóveis por ano, contra uma média de quinze na década de 80. A logísticaevoluiu a tal ponto que as indústrias de autopeças, que antes ficavam concentradas em poucos Estados, hoje viajam com as montadoras para onde elas fixam endereço. Na fábrica de Camaçari, por exemplo, 33 fornecedores acompanharam a Ford no projeto. Juntos, reduziram o tempo de produção de um carro de uma semana para um dia. Os consumidores também ganharam com o aumento de produtividade. Além do...
tracking img