Dna biologia molecular

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1089 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
• O que diferencia uma função celular de outra?

Universidade Anhanguera – UNIDERP
Curso: Biologia / 2º Semestre / 2012 -02
Disciplina: Biologia celular e Molecular // Profa. Mônica Meinert



A QUANTIDADE E OS TIPOS DE ORGANELAS PRESENTES EM UMA CÉLULA
DETERMINAM COMO ESTA CÉLULA PODERÁ FUNCIONAR.

• Para complementações dessa aula consultar:
PLT – Junqueira & Carneiro = Capítulos04; 05; 10;

ORGANELAS CELULARES




Organelas: são compartimentos celulares especializados com funções específicas.
Locais onde ocorrem os processos necessários para a vida das células.
Cada organela desempenha uma função específica, embora as suas atividades
possam estar muitas vezes associadas.

- As organelas não flutuam livremente pelo
citosol (porção líquida do citoplasma),elas
estão interconectadas e unidas por uma
estrutura formada pelas proteínas do
citoesqueleto.

1) ORGANELA COM FUNÇÃO DE PRODUÇÃO DE ENERGIA
MITOCÔNDRIAS
- Forma

- Número
Algumas são envolvidas por membrana
celular:
MITOCÔNDRIAS;
LISOSSOMOS;
PEROXISSOMOS; RETÍCULO
ENDOPLASMÁTICO;
COMPLEXO DE GOLGI.

E outras não:
RIBOSSOMOS;
CENTRÍOLOS e
CITOESQUELETO



Tecidos/órgãoscom maiores necessidades de ATP:
- Cérebro
- Coração

As ORGANELAS podem ser divididas em 4 grupos funcionais:

1)
2)
3)
4)

• Função: produz energia para os processos metabólicos celulares / ATP
(ATP=trifosfato de adenosina/ produzido nas mitocôndrias a partir da quebra de
carboidratos, lipídios e aminoácidos)

Produção de energia
Digestão (“quebra”) de biomoléculas
Síntese demacromoléculas e “transporte”
Suporte celular, movimento e comunicação

1) Produção de energia:
Mitocôndrias

- Localização das mitocôndrias nas células:

3) Síntese de macromoléculas e
“transporte”: Ribossomos; Retículo
Endoplasmático (Rugoso e Liso); Complexo
de Golgi

2) Digestão (“quebra”) de biomoléculas:
Lisossomos; Peroxissomos

- Fígado
- Musculatura esquelética
- Olhos4) Suporte celular, movimento e
comunicação: Citoesqueleto

1

2

Herança genética mitocondrial:



Origem/ multiplicação das mitocôndrias:

- Patologias relacionadas às mitocôndrias:
Neuropatia óptica hereditária de Leber (NOHL/LHON): perda repentina da visão por
degeneração do nervo óptico no início da vida adulta.

Estrutura das mitocôndrias:


2) ORGANELAS COM FUNÇÃO DEDIGESTÃO (“QUEBRA”) DE BIOMOLÉCULAS
a) LISOSSOMOS
b) PEROXISSOMOS

Envolvida por dupla membrana.

A) LISOSSOMOS
- Forma

- Número

- Estrutura

- Formação:


3

Tipos de lisossomos:
Primário: recém-formado
Secundário: em ação
4



FUNÇÃO: digestão intracelular controlada de macromoléculas para eliminação de
organelas desgastadas; produtos moleculares redundantes;secreções acumuladas
na própria célula; destruição de microrganismos fagocitados.



► meio extracelular (exocitose);
► citoplasma (reciclagem de substâncias) ou;
► permanece na forma de corpo residual.

• Envolvidos na:
● autólise;
● autofagia (que está relacionada com a renovação das organelas celulares);
● heterofagia (degradação de substâncias introduzidas nas células pelo processo defagocitose).


Destino do material degradado:



Corpo residual: restos de material não
digerido.

CORPOS RESIDUAIS.



Doenças lisossomais: uma enzima está ausente ou inativa e a digestão de certas
moléculas não ocorre. O resultado é que a substância se acumula em diversas
células e interfere com o funcionamento normal delas.

Doenças lisossomais genéticas:

5

6 Silicose, asbestose (doenças produzidas principalmente pela inalação de partículas de
silício ou amianto, respectivamente), e na gota (na qual se acumulam cristais de ácido úrico
nas articulações), ocorre à liberação de enzimas lisossômicas pelos macrófagos e a
inflamação aguda dos tecidos pode desencadear o aumento da síntese de colágeno.
Artrite
Reumatóide

Silicose

Doença de
Tay-Sachs...
tracking img