Divulgação do trabalho voluntário

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4211 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO BELAS ARTES DE SÃO PAULO CURSO DE DIREÇÃO DE ARTE EM COMUNICAÇÃO

A DIVULGAÇÃO DO TRABALHO VOLUNTÁRIO DO VIVA ENTRE OS JOVENS

Autor: Ricardo Marques Gabriel Orientador: Dr. Ronaldo Mathias

São Paulo, Dezembro de 2010

2

A DIVULGAÇÃO DO TRABALHO VOLUNTÁRIO DO VIVA ENTRE OS JOVENS Autor: Ricardo Marques Gabriel1 Orientador: Dr. Ronaldo Mathias

RESUMO
De acordocom a pesquisa realizada em 2011 pela Associação Viva e Deixe Viver, dos contadores de história, a porcentagem de voluntários entre 18 e 29 anos é de 18%. Essa é a faixa etária de menor número de voluntários. Pensando nessa pequena porcentagem de jovens voluntários o autor realizou um estudo para descobrir onde encontrar grande parte desse público e maneiras de apresentar o trabalho da associaçãode forma a atingir o máximo de pessoas.

Palavras-chave: trabalho voluntário, contadores de história, jovens, divulgação, internet, redes sociais

1. Graduado em Design Gráfico pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. ricardo.marques@gmail.com

3

ABSTRACT
According to a research conducted in 2011 by the Association Viva e Deixe Viver, of storytellers, the percentage ofvolunteers between 18 and 29 years is 18%. This is the age of fewer volunteers. Considering this small percentage of young volunteers the author conducted a study to find out where is most of that audience and ways to present the association’s work in order to reach as many people.

Keywords: volunteer work, storytellers, youth, outreach, internet, social networking

4

SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO –p. 5 2. JUSTIFICATIVA – p. 6 3. OBJETIVOS – p. 7 3.1. OBJETIVOS GERAIS 3.2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS 4. DESENVOLVIMENTO 4.1. ENTENDENDO O VOLUNTÁRIO – p. 8 4.2. A IMPORTÂNCIA DAS HISTÓRIAS – p. 9 4.3. A DIVULGAÇÃO DO TRABALHO VOLUNTÁRIO 4.3.1. MARKETING SOCIAL – p. 12 4.3.2. DIVULGAÇÃO NA INTERNET – p. 13 4.3.3. DIVULGAÇÃO NAS FACULDADES – p. 14 5. CONSIDERAÇÕES FINAIS – p. 15

5

1. INTRODUÇÃOA Associação Viva e Deixe Viver é uma OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, que desde 1997 treina e capacita voluntários para se tornarem contadores de histórias em hospitais para crianças e adolescentes internados. Os principais recursos da associação atualmente são a leitura de obras infantis, as brincadeiras, a criatividade e o bom humor de seus voluntários. Emboraexistam muitas evidências de que as emoções negativas possam prejudicar a saúde do homem (CASERTA et al., 2008; DANTZER; GOODALL, 1994), as pesquisas sobre as contribuições do bom humor são mais recentes e menos numerosas. Estudos constataram os efeitos positivos da atividade lúdica realizada com crianças em situação de internação hospitalar, tanto físico quanto emocionalmente. Esses dados confirmam aimportância do trabalho de grupos formados por profissionais, voluntários ou pelos próprios familiares que acompanham as crianças, cada um dentro de suas possibilidades, visando favorecer o brincar como um instrumento facilitador do tratamento de crianças hospitalizadas. E da mesma maneira que os voluntários ajudam eles são ajudados. A pesquisa do viva de 2011 mostra que 75% dos voluntáriossentem-se felizes com o trabalho e 40% realizados. A solidariedade é um valor do ser humano que precisa ser aprendido. A ideia de “construção” da solidariedade tematizada por Rorty (RORTY; R., 1994) realça o fato de que a solidariedade é uma conduta social aprendida. Parker (PARKER; R G., 1994), destaca que de acordo com a leitura rortyana da solidariedade, não pode haver combate eficiente das questõessociais que atingem os seres humanos se não houver preocupação com a vida e com os ideais de justiça e tolerância moral. Em função do apresentado, entende-se que a divulgação do trabalho da Associação Viva e Deixe Viver é de suma importância. Pois quanto maior número de voluntários, maior será o número de crianças atendidas e maiores as chances de uma sociedade com indivíduos mais conscientes de...
tracking img