Diverticulite

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2979 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Faculdade Anhanguera Unidade Anchieta
Enfermagem











Diverticulite











São Bernardo do Campo
2012
Faculdade Anhanguera Unidade Anchieta
Enfermagem








Diverticulite












São Bernardo do Campo
2012

LISTA DE SIGLAS

DDC – Doença Diverticular dos Colóns
VHS – Velocidade de Hemossedimentação
USG ou US -Ultrassonografia
TC ou CT – Tomografia Computadorizada


















SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 5
2. OBJETIVO 6
2.1. Objetivos gerais 6
2.2. Objetivos específicos 6
3. REVISÃO DA LITERATURA 7
3.1. Fisiopatologia 7
3.1.1. Epidemiologia 7
3.2. Sinais e sintomas 7
3.3. Diagnósticos 8
3.3.1. Exames Laboratoriais 8
3.4.2. RX simples 8
3.4.3. Enema opaco 8
3.4.3. Ultrassonografia(US) 9
3.4.4.Tomografia Computadorizada (TC) 9
3.4.5. Exames Endoscópicos (Retossigmoidoscopia/ Colonoscopia) 10
3.4.6 Arteriografia/Cintilografia 10
3.4.7 Diagnostico diferencial 10
3.5. Complicações 11
3.6. Tratamento 12
3.7. Tratamento Cirúrgico 12
3.7.1Tratamento cirúrgico eletivo 12
3.7.2. Tratamento cirúrgico de emergência 13
4. CUIDADOS DE ENFERMAGEM 14
4.1. Prescrição deenfermagem 14
4.2. Diagnostico de enfermagem 14
4.3. Resultados esperados do paciente 15
5. CONCLUSÃO 16
REFERENCIA BIBLIOGRAFICA 17


1. INTRODUÇÃO

A diverticulite significa a presença de inflamação e de infecção associadas aos divertículos, mais frequentemente os localizados no cólon sigmóide. A diverticulose do intestino grosso refere-se à presença de divertículos no cólon. Diverticuliteé um termo utilizado para designar inflamação de um ou mais divertículos, que tanto pode ser mínima, quanto potencialmente levar a ulceração, abscesso, perfuração, obstrução, formação de fístulas e peritonite. A causa provável da inflamação diverticular do cólon é, como já dito, mecânica: restos do conteúdo luminal se alojam no seu interior e se endurecem, formando fecalitos que acabamcomprometendo o suprimento sanguíneo da frágil parede do divertículo (composta apenas de mucosa e serosa). Surgem com isso ulcerações, que ficam expostas às substancias irritativas e bactérias do conteúdo luminal.
A infecção e o processo inflamatório podem levar à:
1. Micro perfurações na parede dos divertículos, as quais podem gerar abscessos mesentéricos e pericólicos.
2. Micro perfurações que seestendem para espaços livres, gerando fístulas para órgãos adjacentes.
3. Um divertículo ou abscesso podem abrir para a cavidade peritoneal, determinando peritonite generalizada.
Com a inflamação repetida, a parede intestinal se espessa, e a luz se estreita, podendo ocorrer obstrução.









2. OBJETIVO
2.1. Objetivos gerais

O trabalho tem como objetivo geral o conhecimento dafisiopatologia, tratamento e complicações, a fim de melhorar o atendimento prestado ao paciente pela equipe de enfermagem, promovendo conforto e uma rápida recuperação.

2.2. Objetivos específicos

Como objetivo especifico o trabalho visa o aprimoramento do enfermeiro tanto na parte teorica da patologia quanto a parte do cuidado do paciente orientado os profissionais e familiares para a recuperaçãorápida e total do paciente.
















3. REVISÃO DA LITERATURA

3.1. Fisiopatologia

Os divertículos formam-se quando as camadas mucosas e submucosas do colón herniam através da parede muscular por causa da pressão intraluminal alta, baixo volume no cólon e força muscular diminuída na parede do colón. (Smeltzer; Bare, 2004).
O conteúdo intestinal pode acumular-se nodivertículo e decompor-se, provocando inflamação e infecção. O divertículo também pode tornar-se obstruído e, em seguida, inflamado quando a obstrução prossegue. A inflamação da parede do colón enfraquecida do divertículo pode fazer com que ela perfure, originando irritabilidade e espasticidade do colón. Além disso, os abscessos que se desenvolvem podem perfurar mais adiante, levando à peritonite e...
tracking img