Diversos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1162 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE



SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EM SAÚDE


O dado (qualitativo ou quantitativo) é componente básico do processo de produção de informação.
Os Sistemas de Informação em Saúde são desenvolvidos e implantados com o objetivo de facilitar a formulação e avaliação das políticas, planos e programas em saúde, subsidiando o processo de tomada de decisões, afim de contribuir paramelhorar a situação de saúde individual e coletiva
Indicadores: são as informações produzidas com peridiocidade definida e critérios constantes, que revelam o comportamento de um fenômeno em um dado espaço de tempo.


PRINCIPAIS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EM SAÚDE


1-CENEPI – Centro nacional de epidemiologia
Responsável pela definição de normas, procedimentos técnicos e diretrizesoperacionais do Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica.
1. Datasus – Dpto de Informática do SUS
Representa papel como centro tecnológico de suporte técnico e normativo para montagem de sistemas de informação da saúde.
2. SIM – Sistema de Informações de mortalidade
Coleta dados sobre óbitos, fornecendo informações sobre o perfil de mortalidade nos diferentes níveis do SUS. Documento padrão:atestado de óbito. Foi criado pelo Ministério da Saúde em 1975 e seus dados permitem calcular taxa ou coeficiente de mortalidade e mortalidade proporcional, por causas específicas, faixa etária, sexo, escolaridade, ocupação, entre outros.


3. SINAN – Sistema de informações de agravos notificáveis
Em 1975, a lei que criou o Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica também criou aobrigatoriedade da notificação compulsória de algumas doenças.
Este sistema permite a coleta dados sobre agravos de notificação compulsória, para desencadear medidas de controle.


4. SINASC – Sistema de Informações de nascidos vivos
Objetiva construir uma base de dados sobre as crianças nascidas vivas (sexo, local, peso ao nascer, tipo de parto...) em todos os níveis de SUS. Documentopadrão: declaração de nascimento. Foi implantado oficialmente em 1990.


5. SAI- Sistema de informações ambulatoriais do SUS
Oferece dados sobre o controle orçamentário e produção de serviços ambulatoriais, visando orçamento e repasse de recursos financeiros pelo governo, para o custeio e pagamento das ações de caráter ambulatorial.
.
6. SIH – Sistema de informações hospitalares do SUSTrabalha dados referentes às internações hospitalares, particularmente aqueles que informam sobre os procedimentos realizados (mortalidade hospitalar geral, taxa de utilização por faixa etária e/ou sexo, índice de gasto com hospitalização por faixa etária e/ou sexo, tempo médio de permanência, valor médio da internação, e outros)


7. SIAB – Sistema de informação de atenção básica
Estesistema foi implantado em 1998, e é voltado para as ações referentes à atenção básica, principalmente para as ações dos PACs e PSF. Pode se acompanhar com estes dados os casos de doenças, a vacinação, a gestação, o crescimento e desenvolvimento das crianças e óbitos.


8. SI- PNI – Sistema de informações do Programa Nacional de Imunizações
Tem como objetivo contribuir para o controle, eliminaçãoe/ou erradicação das doenças transmissíveis e imunopreveniveis, com a imunização sistemática da população.


9. SISVAN – Sistema de informação sobre vigilância sanitária e nutricional
Destina-se ao acompanhamento do Programa de combate às carências nutricionais, processo continuo de coleta, interpretação e disseminação de dados e informações sobre a situação alimentar e de seus fatoresdeterminantes.


10. SICLOM – Sistema de controle logístico de medicamentos
Destina-se ao cadastramento de todos os pacientes infectados pelo HIV e que recebem medicamentos do SUS.

12. SISCAM – Sistema de informatização do câncer da mulher
Desenvolvido pelo SUS, em parceria com o Inca, permite obter informações referentes aos exames realizados nas mulheres, assim como freqüência de...
tracking img