Diversos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (414 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
DIAS,Luís;SANTOS,Ricardo;ANTUNES,Sônia. Antropologia Criminal no século XIX: O conceito de L'uomo delinquente de Cesare Lombroso.

O L'uomo deliquente do médico italiano CesareLombroso(1836-1909), busca em especial incidência nas correlações relativas à natureza dos caracteres anatómicos, característicos da antropometria, inserida no contexto da Antropologia Criminal, mas com fortesimplicações sociais. A antropologia Criminal foi muito mais do que um agitado debate académico. Foi, durante anos, o tema de discussão nos círculos jurídicos e penais.
Para Lombroso a criminalidade era algopróprio dos selvagens, dos inferiores, dos degenerados, as suas intenções eram claras: comparar os criminosos com os grupos inferiores chegando a se aventurar pelo campo da etnologia, para identificara criminalidade como um compartamento normal entre os povos inferiores.
Seguindo a categorização sugerida por Ilharco (1942), é possível caracterizar o tipo criminal segundo três naturezas: Oscaracteres anatómicos, os caracteres fisiológicos e patológicos e os caracteres psicológicos. Lombroso refere-se exaustivamente vários sinais do tipo criminal retirado do exame do crânio.
Lombroso deuespecial atenção as configurações cranianas. O conceito de "homem criminoso" de Lombroso era uma teoria simples mas com fortes implicações sociais, contudo identificava um tipo criminal. Essaidentificação permitia reforçar o argumento do determinado biológico quanto aos papéis desempenhado pelos actores e pelo seus ambiente.
Esse tipo criminal encontraria a sua maior utilidade social noprocedimento penal. A antropologia criminal foi muito mais do que um agitado debate acadêmico,foi durante anos, o tema de discurssão nos círculos Jurídicos e penais (Goud,1996). A teoria estava com toda a suapujança quando, em 1885, realizou-se em Roma o I Congresso Internacional de Antropologia Criminal.
Em Portugal, o psiquiatra Miguel Bombarda dá notícia do desmoronar das teorias lombrosianas...
tracking img