Diversificaçao da vida

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 21 (5138 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 24 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1-PROCESSO EVOLUTIVO E DIVERSIFICAÇÃO DA VIDA


A evolução biológica é a mudança das características hereditárias de uma população de uma geração para outra. Este processo faz com que as populações de organismos mudem ao longo do tempo. Do ponto de vista genético, evolução pode ser definida como qualquer alteração na freqüência dos alelos de um ou um conjunto de gens, em uma população, aolongo das gerações. Mutações em genes podem produzir características novas ou alterar características que já existiam, resultando no aparecimento de diferenças hereditárias entre organismos. Estas novas características também podem surgir da transferência de genes entre populações, como resultado de migração, ou entre espécies, resultante de transferencia horizontal de genes. A evolução ocorrequando estas diferenças hereditárias tornam-se mais comuns ou raras numa população, quer de maneira não-aleatória através de seleção natural ou aleatoriamente através de deriva genética.A seleção natural é um processo pelo qual características hereditárias que contribuem para a sobrevivência e reprodução se tornam mais comuns numa população, enquanto que características prejudiciais tornam-se maisraras. Isto ocorre porque indivíduos com características vantajosas tem mais sucesso na reprodução, de modo que mais indivíduos na próxima geração herdam estas características. Ao longo de muitas gerações,adaptações ocorrem através de uma combinação de mudanças sucessivas, pequenas e aleatórias nas características, e seleção natural dos variantes mais adequadas ao seu ambiente Em contraste, aderiva genética produz mudanças aleatórias na frequência das características numa população. A deriva genética surge do papel que o acaso joga na probabilidade de um determinado indivíduo sobreviver e reproduzir-se.
Uma espécie pode ser definida como um grupo de organismos que se podem reproduzir uns com os outros e produzir descendência fértil. No entanto, quando uma espécie está separada em váriaspopulações que não se pode cruzar, mecanismos como mutações, deriva genética e a seleção de características novas, provocam a acumulação de diferenças ao longo de gerações e a emergência de novas espécies. As semelhanças entre organismos sugere que todas as espécies conhecidas descenderam de um ancestral comum através deste processo de divergência gradua. Estudos do registro fóssil e dadiversidade dos seres vivos mostravam já aos cientistas a partir de meados do século dezenove que as espécies mudam ao longo do tempo Contudo, o mecanismo que levou a estas mudanças permaneceu pouco claro até à publicação do livro de Charles Darwin detalhando a teoria de evolução por seleção natural. Na década de 1930, a seleção natural Darwiniana, foi combinada com hereditariedade mendeliana paraformar a síntese evolutiva moderna em que foi feita a ligação entre as unidades de evolução gens e o mecanismo de evoluçãoEsta teoria com um grande poder produtivo e explanatório tornou-se o pilar central da biologia moderna, oferecendo uma explicação unificadora para toda a diversidade da vida na Terra. Apesar da incerteza sobre como a vida começou, é claro que os procariontes foram os primeirosseres vivos a habitar a Terra há aproximadamente 3-4 mil milhões de anos. Não ocorreram nenhumas mudanças óbvias em morfologia ou organização celular nestes organismos durante os próximos milhares de milhão de anos.
A próxima grande inovação na evolução foram os eucariontes . Estes surgiram a partir de bactérias antigas terem sido rodeadas por antecessores de células eucarióticas, numaassociação cooperativa chamada de endo simbiose .A bactéria encapsulada e a célula hospedeira sofreram evolução, com a bactéria a evoluir em mitocôndrias ou em hidrogenossoma. Uma segunda captura de seres semelhantes a cianobactérias levou à formação de cloroplastos em algas e planta.
A história da vida foi a história de procariontes, archae e eucariontes unicelulares até há cerca de um milhar...
tracking img