Ditadura militar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3537 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Jéssica de Paula

















Ditadura Militar (1964 – 1985):
Censura - Arte






















Cascavel – PR
2012

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 3
2. CENSURA E ARTE 3
2.1 A censura nos anos de chumbo (1968 a 1974) 7
2.2 A censura no período final da ditadura 9
3. CONSIDERAÇÕES 9
4. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 91. INTRODUÇÃO


Em 31 de março de 1964 foi deflagrado o golpe militar! Instaurou-se no Brasil, um regime ditatorial que perdurou por 20 anos.
A ditadura foi, entre outros tantos fatos notáveis da história do Brasil, o que mais marcou a biografia do nosso país. O período foi marcado pelo despotismo, extinção dos direitos constitucionais, opressão policial e militar,encarceramentos e longo sofrimento dos oponentes.
A censura aos canais de informação e a produção cultural, ou seja, a editoração de livros, a produção cinematográfica e tudo que fosse referente a televisão, foi intensa, tudo era acompanhado muitíssimo de perto pelos censores do governo.
Como forma de mostrar a ordem, os jornais foram calados e obrigados a publicar até receitas no lugar das verdadeirasbarbaridades pelas quais o país passava.
Apesar de o controle ter sido em todos os setores culturais, a música foi a que mais sofreu com a censura, isso por conta de sua capacidade de infiltrar-se no inconsciente das pessoas. Por este motivo tantos cantores foram presos e exilados, diversos discos foram vetados e proibidos de circular, além das canções que nem chegaram ao conhecimento dosouvintes.
E é exatamente sobre estes aspectos da censura no período ditatorial que pretende-se escrever, tendo em vista tornar claro os prós e os contras de tal posição, além de aprofundar o conhecimento sobre o período em que o Brasil esteve sob o olhar autoritário militar.
















2. CENSURA E ARTE

Para entendermos melhor o processo de desenvolvimento dacensura, temos que resgatar como ela esteve presente na história, uma vez que não teve seu papel de atuação exclusivamente no período da ditadura. A censura no Brasil apresenta um caminho longo, tem marcas presentes desde a colônia, quando a Igreja Católica tinha o poder perante a sociedade nos processos de inquisição.
Só que em consequência das atividades institucionais apresenta sua origem noImpério, no momento em que Dom João VI estabeleceu a censura nos livros, posteriormente foi Dom Pedro que oficializou a Censura Teatral (CDB) Conservatório Dramático Brasileiro. Ele tinha o propósito de fomentar o teatro e também a finalidade de defender a moral e os bons costumes da época.
Todo este percurso foi até o período republicano, que além da colaboração de membros da sociedade,tinham a construção de órgãos especializados. Mas quando ocorreu a proclamação da República em 1889 e a proclamação da Constituição em 1891, teve-se uma reestruturação das competências. Assim como resultado destas mudanças, passou-se a responsabilidade pela censura á órgãos policiais.
No ano de 1934 o Rio de Janeiro era o Distrito Federal, e com o artigo 300 do decreto numero 24.531 ficava sobresponsabilidade da policia a censura de diversões publicas, este órgão tinha como objetivo coibir manifestações que pudessem atacar instituições tanto nacionais como estrangeiras, ou qualquer ato que fosse contra as ordens do governo brasileiro.
Já com a Constituição do Estado Novo, proclamada por Vargas em 1937, a censura obteve mais força para que o Estado se defendesse e mantivesse aordem.
O Departamento de Imprensa e Propaganda extinguiu o DNP Departamento Nacional de Propaganda, tal departamento expandia para a imprensa, o rádio, o cinema e o turismo sendo responsável não apenas em nível nacional como também internacional. Durante a ditadura Varguista o Departamento de Imprensa e Propaganda assumiu o papel de centralizador das informações, cabia a este departamento...
tracking img