Disturbios gastrointestinais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1443 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
DISTURBIOS GASTROINTESTINAIS
Síndrome de Mallory-Weiss



SINDROME DO COLON IRRITAVEL
• TAMBEM CHAMADA DE COLON ESPASTICO, É UM DISTURBIO PAROXISTICO DA MOTILIDADE QUE AFETA PRINCIPALMENTE O COLON;
• NÃO SE TRATA DE UMA DOENÇA MAIS DE UM CONJUNTO DE SINTOMAS QUE CORREM APESAR DA AUSENCIA DE PROCCESSO PATOLOGICO;
• CARACTERIZADO POR PERIODOS DE CONSTIPAÇÃO E DIARREIA;


DOENÇA DECROHN

• PROCESSO INFLAMATORIO TRANSMURAL, PODENDO SE ESTENDER ALEM DO REVESTIMENTO INTESTINAL;
• PODEM SE FORMAR CANAIS INFLAMATORIOS CONTENDO SANGUE,MUCO ,PUS OU FEZES, QUE SÃO CHAMADAS DE FISTULAS;
• FISTULA PODE FORMAR UM CANAL ENTRE O INTESTINO E A SUPERFICIE CUTANEA;
• PODE HAVER FISTULAS EM OUTROS LOCAIS COMO ENTRE INTESTINO E A BEXIGA OU ENTRE RETO E VAGINA;
• ESSA INFLAMAÇÃO PODEHAVER CICATRIZAÇÃO E FORMAÇÃO DE ESTENOSE E EVENTUAL OBSTRUÇÃO DA LUZ;
• A CAUSA DA DOENÇA DE CRONH É DESCONHECIDA, PRESUME-SE QUE HAJA UMA PREDISPOSIÇÃO GENETICA, OUTROS FATORES SÃO RESPOSTAS ALERGICAS E AUTO –IMUNES DESENCADEADAS PELA DIETA OU ANTIGENOS DE MICROORGANISMOS INFECCIOSOS;
• SINAIS E SINTOMAS SÃO:DOR, DISTENSÃO E SENSIBILIDADE NOS QUADRANTES ABDOMINAIS INFERIORES, SOBRETUDO NO LADODIREITO.
• FALHAS NO CRESCIMENTO PODE SER CONSIDERADO UM SINTOMA EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES, A FEBRE PODE ESTÁ PRESENTE.À MEDIDA QUE A DOENÇA EVOLUI PODE APRESENTAR ANOREXIA, PERDA DE PESO,DESIDRATAÇÃO E SINAIS DE DEFICIENCIA NUTRICIONAL;
• A NATUREZA SISTEMICA DESSA DOENÇA É MOSTRADA PELOS SINTOMAS LOCALIZADOS FORA DO TRATO GI, DENOMINADOS MANIFESTAÇÕES EXTRA- INTESTINAIS DA DOENÇAINTESTINALINFLAMATORIA , QUE INCLUI ARTRITE, ARTRALGIAS, LESÕES CUTANEAS(ERITEMA NODOSO E PIODERMA GANGRENOSO), INFLAMAÇÃO OCULAR(UVEITE, CONJUNTIVITE E IRITE) E DISTURBIOS HEPATICOS E DA VESICULA BILIAR.
• NESSA DOENÇA SÃO VERIFICADOS A PRESENÇA DE ANTICORPOS ANTI-SACCHAROMYCES OU ASCA;
• TERAPIA MEDICAMENTOSA INCLUI A SUPLEMENTAÇÃO VITAMINICA, FERRO, DROGAS ANTIDIARREICAS(DIFENOXILATO-LOMOTIL;E ALOPERAMIDA;IMOSEC), ANTIINFLAMATORIOS CORTICOSTEROIDES(PREDNISONA) E ACIDO 5-AMINOSALICILICO(SULFALAZINA, OLSALAZINA E MESALAZINA), IMUNOMODULADORES(CICLOSPORINA,TACROLIMO E O METOTREXATO).TAMBEM SÃO USADOS ANTIBIOTICOS COMO METRONIDAZOLE A CIPROFLOXACINA QUANDO EXISTIR FISTULAS, NESSE TRATAMENTO DE FISTULAS PRINCIPALMENTE O INFLIXIMAB QUE É UM ANTICORPO QUE INTERFERE NO PROCESSO INFLAMATORIO INICIAL DARESPOSTA IMUNOLOGICA, SENDO ADMINISTRADO POR VIA IV AO LNGO DE DUAS HORAS EM REGIME HOSPITALAR OU AMBULATORIAL.
RETOCOLITE ULCERATIVA
• A RETOCOLITE ULCERATIVA É UMA DOENÇA IDIOPÁTICA CARACTERIZADA POR EPISÓDIOS RECORRENTES DE INFLAMAÇÃO QUE ACOMETE PREDOMINANTEMENTE A CAMADA MUCOSA DO CÓLON.
• A DOENÇA SEMPRE AFETA O RETO E TAMBÉM VARIÁVEIS PORÇÕES PROXIMAIS DO CÓLON, EM GERAL DE FORMACONTÍNUA, OU SEJA, SEM ÁREAS DE MUCOSA NORMAIS ENTRE AS PORÇÕES AFETADAS.
• DESSA MANEIRA, OS PACIENTES PODEM SER CLASSIFICADOS COMO TENDO A DOENÇA LIMITADA AO RETO (PROCTITE), PROCTOSSIGMOIDITE (QUANDO AFETA ATÉ A PORÇÃO MÉDIA DO SIGMÓIDE), COM ENVOLVIMENTO DO CÓLON DESCENDENTE ATÉ O RETO (COLITE ESQUERDA) E ENVOLVIMENTO DE PORÇÕES
PROXIMAIS À FLEXURA ESPLÊNICA (PANCOLITE).
• MUITOS PACIENTESPERMANECEM EM REMISSÃO POR LONGOS PERÍODOS, MAS A PROBABILIDADE DE AUSÊNCIA DE RECIDIVA POR 2 ANOS É DE APENAS 20%. AS RECIDIVAS GERALMENTE OCORREM NA MESMA REGIÃO DO CÓLON DAS OUTRAS AGUDIZAÇÕES.
• A DOENÇA PODE INICIAR EM QUALQUER IDADE, SENDO HOMENS E MULHERES IGUALMENTE AFETADOS. O PICO DE INCIDÊNCIA PARECE OCORRER DOS 20 AOS 40 ANOS E MUITOS ESTUDOS MOSTRAM UM SEGUNDO PICO DE INCIDÊNCIA NOS IDOSOS.• AS MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS MAIS COMUNS SÃO DIARRÉIA, SANGRAMENTO RETAL, ELIMINAÇÃO DE MUCO NAS FEZES E DOR ABDOMINAL. DEVE-SE SEMPRE EXCLUIR CAUSAS INFECCIOSAS.
• O DIAGNÓSTICO É ESTABELECIDO PELA AVALIAÇÃO DA HISTÓRIA CLÍNICA, EXAME DAS FEZES, EXAME ENDOSCÓPICO E ACHADOS HISTOPATOLÓGICOS.
• O TRATAMENTO É REALIZADO DE ACORDO COM A EXTENSÃO DA DOENÇA, A RETOSSIGMOIDOSCOPIA FLEXÍVEL É ÚTIL...
tracking img