Dissertação sobre raízes do brasil - sergio buarque de holanda

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3163 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Faculdade de Administração e Finanças – FAF

“Raízes do Brasil", de Sérgio Buarque de Holanda
Fichamento e Comentário

Disciplina: Formação econômica do Brasil
Professor: Mauricio Dias David
Componente:
___________________________
Eduardo Pacheco Campos
Matr.:2010.1.00202.11

JULHO/2010

Capítulo 1
Fronteiras da Europa

Para entendermos certos aspectos da sociedade brasileira devemos analisar as contribuições deixadas por Portugal durante a colonização do Brasil. Deve-se destacar que como é um país ibérico sua nação tem algumas características diferentes das européias. A cultura de personalidade é uma delas. Pode-se dizer, realmente, que pelaimportância particular que atribuem ao valor próprio da pessoa humana, à autonomia de cada um dos homens em relação aos semelhantes no tempo e no espaço, devem os espanhóis e portugueses muito de sua originalidade nacional. Apesar do ponto de vista glorioso do homem como conquistador e independente, isso pode ser apontado como umas dos nossos problemas para a criação de formas de organizaçãoeficazes. Pois onde todos são ou querem ser poderosos economicamente e socialmente como construir uma organização pautada pela solidariedade e ordenação entre os povos. Resultando na frouxidão da estrutura social, á falta de hierarquia organizada das nações hispânicas. Isso deixa aberto o Estado como alvo de movimentos anárquicos de parte da população que pretendem obter vantagens especifica só para asua classe.
Os governos adotam medidas como decretos para impedir revoltas e tentativas de revoluções e não a de aceitar o que os descontentes querem e se sensibilizar. A falta de coesão em nossa vida social não representa assim um fenômeno moderno. Se olharmos para o passado, nós perceberemos que na Idade Média possui seu sistema hierárquico, mas tendendo ao fracasso por não visar aobem-estar dos que o adotam e nem a um objetivo maior.
O princípio de hierarquia funda-se necessariamente em privilégios. Bem antes de triunfarem no mundo as chamadas idéias revolucionárias, portugueses e espanhóis parecem ter sentido vivamente a irracionalidade específica, a injustiça social de certos privilégios, sobretudo privilégios hereditários. O prestígio pessoal, independente do nomeherdado, manteve-se continuamente nas épocas mais gloriosas da história das nações ibéricas. E acontecia a mistura das suas classes pela falta de impedimento entre seus contatos. E para o individuo seria a seu prestigio social (riqueza) que faz com que ele não precise trabalhar que determine a sua honra. O mérito pessoal tendo extrema importância para o povo ibérico resulta na defesa de teorias quepreguem o livre-arbítrio e suas instituições como a Companhia de Jesus. Como o livre-arbítrio e a responsabilidade pessoal por si só promoveriam a união do povo? Diante de tal impossibilidade em tempos necessita-se de tenta controle sobre o povo que se faz ditaduras militares.
O trabalho não ganhou valor para as nações ibéricas porque existia a falta de desejo do homem de atuar sobre o universomaterial para modificar um objeto exterior. E Deus não exigiu isso para que o homem precisasse viver, então nada acrescentaria á sua glória e não aumenta a sua própria dignidade. Pode-se dizer, ao contrário, que a prejudica e a avilta. O trabalho manual e mecânico visam a um fim exterior ao homem e pretende conseguir a perfeição de uma obra distinta dele. Só recentemente o trabalho ganhou algumprestígio diante desses povos.
A moral do trabalho se existisse traria como conseqüência a solidariedade da qual precisamos para melhorar nossas organizações. Porém ela é rara. E o suporte das nossas organizações e a arte de pregar a obediência. Não permitindo a formação de questionadores.

Capítulo 2
Trabalho e Aventura

A colonização da América feita por Portugal foi como uma...
tracking img