Dislexia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1527 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
TCC sobre DISLEXIA as dificuldades de identificação e as implicações acadêmicas- dificuldades de aprendizagem.

Apresentação
Levando em consideração os objetivos propostos neste estudo, pude perceber que o conceito de dislexia vinculado aos processos de aquisição da escrita é vago e impreciso. De um ponto de vista etiológico, a literatura apresenta diferentes hipóteses explicativas, sem contarcom evidências capazes de sustentá-las. Da mesma forma, as descrições sintomatológicas apresentam-se fragilizadas, pois fatos que dizem respeito à construção da escrita – uso indevido de letras, segmentação imprópria de vocábulos, escrita pautada na transcrição fonética, trocas ortográficas, entre outros – são descritos como sinais de um déficit, os quais se apresentam completamente desprovidosde uma investigação linguística para elucidá-los. Ainda, sobre os ditos sintomas disléxicos, cabe ressaltar que eles vêm sendo descritos em função de tarefas avaliativas assentadas em uma perspectiva de linguagem que a concebe como mero código de comunicação estanque. Com a intenção de suplantar procedimentos avaliativos que ignoram a interação sócio verbal e descrevem formas linguísticasfragmentadas e distanciadas de um contexto significativo, analisei casos de sujeitos rotulados e diagnosticados como disléxicos ou portadores de dificuldades com a linguagem escrita, sem perder de vista a construção conjunta de atividades dialógicas, o conhecimento partilhado, a constituição dos interlocutores e de suas imagens, a situação imediata de manifestação da linguagem e o seu caráter social maisamplo. Nessa direção, foi possível perceber que G.W.G. e M.S. construíram unidades textuais, de acordo com diferentes propósitos e situações, assumindo-se como locutores, ou seja, como sujeitos que tinham algo a dizer/escrever para outros, seus interlocutores leitores. Levando em conta as situações de interlocução das quais participavam, eles produziram textos diversos: escreveram cartas,relataram experiências pessoais, participaram de diálogos compartilhados, a partir da emergência de traços individuais na seleção de recursos linguísticos vinculados aos aspectos gráficos e convencionais investigação de tais traços, os quais têm sido fonte de preocupação de escolas, na mesma medida em que são usados como critérios diagnósticos para supostos distúrbios de aprendizagem, revela indícios demanipulação da linguagem a apontar para a efetivação da apropriação da escrita. Nas diferentes produções textuais, verifiquei diversas reflexões vinculadas à grafia e à convenção da escrita: marcas de sinais de pontuação, o uso de maiúsculas e minúsculas, a convenção ortográfica, a segmentação da escrita. Enfatizo, nos dois casos apresentados, que os sujeitos manuseiam o objeto escrito em função deestratégias diversas: apoio na oralidade, uso “indevido” de letras em função do próprio sistema ortográfico, transcrição fonética, gestos de refracção ,segmentação “inadequada” por influência da oralidade ou pelo conhecimento já interiorizado acerca da própria escrita. Estas estratégias, próprias do processo de aprendizagem da linguagem, cooperam para a compreensão da relação que se instauraentre as características gerais dos sujeitos e as diferentes manifestações de sua singularidade e, portanto, não podem ser tomadas como sinais de dislexia ou de distúrbios/dificuldades de leitura e escrita. Mas, ao contrário, indicam mecanismos de reflexão sobre a linguagem escrita em uso e construção.

Resumo

É muito triste percebermos que pessoas são excluídas do meio social, educacional e emalgumas sociedades, até do meio familiar, em razão das características físicas que possuem, como qualquer outra, como deficiência visual, auditiva,física, menta... .na maioria dos casos, o individuo já nasce com estas características, portanto, não pode ser “culpado” ou mesmo discriminado, por algo que não pediu para acontecer ou possuir.

Palavras Chaves: Dislexia. Intervenção Pedagógica....
tracking img