Dislexia-facilitar a aprendizagem da lingua materna (portugues) e de uma lingua estrangeira (inglês)

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 44 (10891 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Lusíada do Porto

Pós-graduação em Educação Especial
- Domínio Cognitivo e Motor -

Dislexia
Facilitar a aprendizagem da língua materna
(português) e de uma língua estrangeira
(inglês)
Tânia Alexandra Mateus e Silva. Nº 21600210, turma B
Orientadora: Mestre Cristina Rocha vieira

PORTO

JULHO 2011

Dislexia – Facilitar a aprendizagem da língua materna (português) ede uma língua estrangeira (inglês)

Agradecimentos
Ao longo deste trabalho muitas foram, naturalmente, as pessoas que deram o
seu contributo e que, de algum modo, me apoiaram e ajudaram a chegar a bom
porto. Na impossibilidade de me lembrar de todos individualmente, envolvo-os num
sentido abraço de gratidão.

No entanto, que me seja permitido agradecer particularmente:

à minhaorientadora, Mestre Cristina Rocha Vieira, o meu sincero agradecimento
pela disponibilidade e empenho e, sobretudo, pela oportunidade que me concedeu
de partilhar o seu imenso conhecimento teórico e prático, pelas sugestões
oportunas, pela discussão e intercâmbio de ideias e pontos de vista, num ambiente
de partilha e confiança;

a todos os docentes que leccionaram nesta pós-graduação na UniversidadeLusíada
do Porto, pela disponibilidade e generosidade em facultar momentos preciosos de
aprendizagem;

à Tatiana e sua família, que tornaram possível a realização deste trabalho, o meu
apreço e o meu muito obrigado, pois, sem eles esta investigação não poderia ter
sido realizada;

aos meus colegas da turma B, que em muito contribuíram para o bom ambiente nas
aulas e pela partilha deexperiências e conhecimentos;

às colegas e amigas Ana e Patrícia, por me apoiarem e acreditarem em mim e pelo
incentivo inicial que foi tão decisivo para o meu sucesso;

à minha mãe e irmã porque são as minhas luzes ao fundo do túnel.

Pós-Graduação em Educação Especial – Domínio Cognitivo e Motor

Tânia Silva
2

Dislexia – Facilitar a aprendizagem da língua materna (português) e de umalíngua estrangeira (inglês)

“A mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu
tamanho original.”

Albert Einstein
(também ele disléxico)

Pós-Graduação em Educação Especial – Domínio Cognitivo e Motor

Tânia Silva
3

Dislexia – Facilitar a aprendizagem da língua materna (português) e de uma língua estrangeira (inglês)

Preâmbulo
Todos os professores já presenciaram, emalgum ponto da sua carreira, o
dilema de certos alunos com níveis de inteligência normais ou até, em muitos casos,
acima da média que não tendo carências de tipo s ociocultural ou distúrbios
emocionais e tendo um desenvolvimento escolar normal nas outras áreas,
evidenciam problemas específicos de leitura e de escrita, que os acompanha ao
longo dos vários graus de ensino. Por vezes, a escola eos seus professores não se
apercebem deste problema na fase inicial e podem não intervir da melhor forma,
devido a desconhecimento desta problemática e das suas causas.
A alfabetização formal fixa-se no primeiro e segundo anos do ensino básico. A
partir daí, considera-se que o aluno já é um leitor e começa-se um período de
aprendizagem de interpretação de textos que parte desse pressuposto. Se, com a
aprendizagem da leitura e da escrita, o aluno começa a apresentar dificuldades, o
professor deve ter isso em atenção, pois poderá vir a ser o primeiro sinal de dislexia.
Deverá ser feita a referenciação, a diferenciação pedagógica e oferecer ao aluno
oportunidades que o ajudem a ultrapassar as suas dificuldades.
A criança disléxica aprende a um ritmo diferente por isso precisa que aescola
adeque as suas práticas educativas tendo sempre em conta as suas características
e especificidades. O papel do professor e da escola pode ser um factor decisivo para
a diminuição do insucesso dos alunos disléxicos. Isto deverá estar patente em todas
as áreas no dia a dia da criança.
Na escola, no 1º ciclo do ensino básico, quando a dislexia é geralmente
notada num aluno, este tem...
tracking img