Discurso sobre ciencias

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 38 (9288 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Questão em Debate _________________
Os Novos Paradigmas em Educação: os Caminhos
Viáveis para uma Análise
Mirian Paura Sabrosa Zippin Grinspun
Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
Trata dos novos paradigmas em educação, a partir da concepção
atual do que se entende por conhecimento, realidade e cidadania. Apresenta uma reflexão sobre paradigmas, discutindo seu significado nadimensão de Kuhn e nas tendências contemporâneas de educação. Identificando três eixos paradigmáticos, o estudo questiona o contexto histórico-social-cultural, com o qual a educação mantém estreita relação, o
que levará a uma nova percepção da própria educação. Os eixos são os
seguintes: a objetividade, mostrando a questão do conhecimento e da
interdisciplinaridade; a subjetividade, evidenciando osvalores, atitudes
e interesses que são inerentes ao sujeito; e a totalidade, unindo os diferentes aspectos que se apresentam na formação "por inteiro" do cidadão. Dados o novo tecido social, a nova concepção de realidade, os
novos avanços científicos tecnológicos, as novas tendências sociais e
culturais, devemos buscar, também, os novos paradigmas em educação,
para o presente e visando aofuturo da sociedade.

Introdução
No momento atual, no mundo em que vivemos, estamos observando uma série de mudanças em todos os campos da sociedade. Os

diferentes segmentos desta sociedade nos apresentam transformações, de
várias ordens, identificadas na sua própria história ou na geografia do
espaço que as abriga. Observamos, também, transformações no campo
das ciências exatas, como, porexemplo, na Física moderna, nas Ciências
Sociais e nas Ciências Humanas.
A verdade científica, ratificada pela racionalidade, determinação e
casualidade, está sendo questionada a partir de novas "verdades" que
estão assinaladas na história das ciências. Em face, então, dessas transformações, os modelos, os paradigmas existentes nessas ciências, nos diferentes campos de conhecimento, começarama não ter os parâmetros necessários para os fatos que foram surgindo, seja por novas descobertas,
novos conceitos e princípios, ou mesmo por uma nova concepção de
mundo. Isto nos leva, então, a buscar novos paradigmas, responsáveis
pela classificação, categorização e interpretação dos fatos, perante a realidade existente.
As mudanças ocorrem nas ciências, nas novas tecnologias e no
própriocomportamento do indivíduo frente a essas alterações. Há uma
mudança na visão do mundo. As rupturas nas situações já estabelecidas
vão sendo inevitáveis, muito embora sejam, em alguns casos, desconfortáveis e dolorosas. Rompe-se com o estabelecido, investindo-se numa
nova dimensão ou nova abordagem daquela situação. Inaugura-se um
novo tempo, com novas possibilidades, novas propostas.
Aeducação faz parte deste tecido social, e sua participação no
contexto da sociedade é de grande relevância, não só pela formação dos
indivíduos que atuam nesta sociedade, mas, e principalmente, pelo potencial criativo que ao homem está destinado no seu próprio processo de
desenvolvimento.
Ora, se podemos observar uma mudança em todas as áreas da sociedade, sejam elas geográficas, políticas, históricasou culturais, na educação,
também vamos encontrar mudanças nos seus objetivos e procedimentos. O
desenvolvimento de uma sociedade, como diz Trigueiro (1974, p.140),

não consiste num simples movimento linear da mesma, mas na realização
de um projeto cuja interiorização na consciência dos que a integram e cuja
viabilidade através dos instrumentos que esta consciência promove constituem oobjeto da educação.

O papel da educação será, pois, o de participar, de forma ativa e
consciente, nesse projeto da sociedade.
É claro que a educação mantém estreita relação com a sociedade;
ocorre, entretanto, que se quisermos participar, na qualidade de educadores críticos na formação de um projeto para a sociedade que visa a sua
própria transformação e modernização, há que se repensar...
tracking img