Disciplinas Provão Ensino Médio

GEOGRAFIA - ENSINO MÉDIO
• A espacialização das desigualdades sociais: especulação imobiliária, as periferias, e a ocupação
das áreas de risco em sua relação como os crescimentos das cidades;
• Fragmentação dos territórios no pós guerra fria e formação de novas territorialidade na Europa e
Ásia;
• A
atividade industrial, a produção e os impactos socioambientais: aquecimento
atmosférico, apoluição, a crise da água, poluição do solo, alterações climáticas;
• A constituição dos microterritórios e o comércio ilegal: contrabando, narcotráfico, o poder das
milícias;
• Dispersão espacial das atividades produtivas e seus impactos culturais demográficos e
econômicos na reconfiguração dos territórios;
• Distribuição espacial da população e os indicadores e socioeconômicos: renda,população
economicamente ativa, distribuição da população por faixa salarial, empregos por setor de
atividade, escolaridade;
• A distribuição industrial e a divisão do trabalho resultante das inovações tecnológicas;
• A expansão das fronteiras agrícolas e os impactos culturais, demográficos e econômicos no
Brasil;
•Exploração dos recursos naturais (renováveis e não renováveis) para a produção deenergia
(biocombustível, energia nuclear, eólica, carbonífera) e suas implicações na ocupação do espaço;
• Formação territorial brasileira em sua relação com os contrastes e semelhanças regionais;
• Formação dos estados nacionais e os processos de descolonização na América e África;
• Formação dos territórios supranacionais decorrente das relações econômicas e de poder na nova
ordem mundial;• A importância da revolução técnico-científica informacional em sua relação com os espaços de
produção, circulação de mercadorias, e nas formas de consumo;
•A nova ordem mundial no século XXI: as novas regionalizações espaciais e a formação dos blocos
econômicos;
• Produção agrícola nas comunidades quilombolas e indígenas no Brasil e diferentes manifestações
culturais no campo;
• Asrelações entre as atividades produtivas e a dinâmica hidrológica: alterações de cursos de rios,
agricultura irrigada, fontes de energia, via de transporte, erosão e sedimentação costeira e a
poluição das águas;
• A revolução técnico-científico-informacional e os novos arranjos no espaço da produção:
tecnopolos e as cidades globais;
• Áreas de segregação no espaço urbano: favelas, condomínios fechadose outros, na espacialização
das desigualdades sociais;
• Alterações espaciais resultantes da mecanização do campo: êxodo rural, expansão das áreas
agriculturáveis, aumento da produção e as espécies cultivadas;
• Diferentes identidades culturais das cidades e a reordenação do espaço urbano: cidades sagradas,
turísticas e os microterritórios urbanos;
• Diferentes formas de regionalizar oBrasil: regiões geoeconômicas, macroregiões do IBGE,
regiões de planejamento, etc.;
• Implicações espaciais dos movimentos sociais dos trabalhadores rurais: áreas de assentamento e
de disputa de terras no Brasil;
• Manifestações culturais dos diferentes grupos étnicos evidenciado na paisagem;
• Novas tecnologias na produção agropecuária ( uso de agrotóxico e insumos) e suas implicaçõesespaciais;
• Políticas migratórias dos países ricos e as restrições aos imigrantes pobres: as ações xenofóbicas e
a reafirmação da identida
• Crescimento populacional – teorias demográficas, expectativas de vida, estrutura etária, taxa de
fecundidade, transição demográfica, taxa de natalidade e mortalidade, envelhecimento da

populacional e as políticas de planejamento familiar;
• Demarcação dosterritórios indígenas e os conflitos resultantes da invasão das áreas pela
mineração e agricultura (grileiros);
• Destino e consequências do lixo doméstico e industrial: aterros sanitários, reciclagem, depósitos
impróprios (lixões);
• Estrutura agrária e a distribuição de terras no Brasil;
• Êxodo rural e a sua influência na configuração dos espaços urbanos e rurais;
• Interdependência...
tracking img