Direitos humanos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4125 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A CENTRALIDADE DA FAMÍLIA NAS POLÍTICAS SOCIAIS DA ASSITÊNCIA SOCIAL E SAÚDE: A RELEVÂNCIA DO DEBATE PARA O SERVIÇO SOCIAL Michelly Laurita Wiese: Assistente Social. Mestre em Serviço Social pela
Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC e doutoranda do Programa de Pós Graduação em Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUCSP, sob orientação da Profa. Dra.MariaCarmelita Yasbek.

Rosemeire dos Santos: Assistente Social. Mestranda do Programa de Pós Graduação
em Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUCSP, sob orientação da Profa. Dra.Maria Carmelita Yasbek.

Resumo: O presente artigo tem por objetivo destacar a relevância da categoria família na discussão das políticas públicas no contexto das mudanças ocorridas no planosócioeconômico-cultural da sociedade capitalista. Entender a família como um processo social em construção e mudança, destacando os novos “arranjos” e “composições” familiares desmistificando os conceitos e pré-conceitos estabelecidos ao longo da história. No âmbito das políticas públicas evidenciar a centralidade da família nas políticas de Assistência Social e Saúde. Palavras chave: Família,Sociedade, Política Pública.

Absctrat: The present article has since objective detaches the relevance of the category family in the discussion of the public politics in the context of the changes occurred in the sócioeconômico-cultural plan of the capitalist society. To understand the family like a social process in construction and change, detaching the new "arrangements" and familiar "compositions"demystifying the concepts and daily pay-concept established along the history. In the context of the public politics to show the centralidade of the family up in the politics of Social work and Health. Key-words: Family, Society, Public Policy.

Nos últimos vinte e cinco anos, várias mudanças ocorridas no plano socioeconômico-culturais, pautadas no processo de globalização da economiacapitalista, vêm interferindo na dinâmica e estrutura familiar, trazendo alterações em seu padrão tradicional de organização. Assim, não se pode falar de família, mas de famílias, para que se possa tentar contemplar a diversidade de relações que convivem na sociedade. Consequentemente o trabalho com famílias tem se constituído numa fonte de preocupação para os profissionais que trabalham na área, tantopela atualidade do tema como pela sua complexidade. Segundo Mioto (2004) a sua discussão envolve inúmeros aspectos como as diferentes configurações familiares, as relações que a família vem estabelecendo com outras esferas da sociedade, tais como Estado, Sociedade Civil e Mercado, bem como os processos familiares. Além destes, estão envolvidos os aspectos inerentes à própria história edesenvolvimento das profissões que atendem a esse campo. Retornando a história identificamos que a Revolução Industrial1, foi um evento de grande importância, pois, foi a partir deste marco histórico que as transformações se tornaram mais evidentes no que se refere ao conceito de “família”. Antes da invenção das máquinas as economias eram artesanais e agrícolas, e os papéis familiares eram divididos esubdivididos de tal maneira que, o homem, pai de família, era responsável pelo sustento da sua esposa e de seus filhos. A mulher por sua vez, era criada para cuidar da casa e de seus filhos, ser bondosa e obediente ao seu esposo. Os filhos do sexo masculino eram vistos dentro da economia agrícola como soma ao trabalho na lavoura, um número a mais nas plantações agrícolas. As filhas eram criadas desde suainfância a cuidar da casa e dos irmãos mais novos para assim serem futuras boas esposas e mães. A família possuía uma composição que configurou um padrão de “Família Nuclear Burguesa”, em que toda e qualquer família, considerada “normal” deveria ter um homem e uma mulher e filhos, com os papéis definidos2. No imaginário social, a

1

Revolução Industrial com início na Inglaterra compreendido...
tracking img