Direitos humanos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2924 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Anhanguera Uniderp
Centro de Educação a Distância







ADMINISTRAÇÃO

DESAFIO

DIREITOS HUMANOS








Tutor Presencial: Adriano Dias Zago
Disciplina: Direitos Humanos
Professor EAD: Reginaldo Donizete Alves





Pólo Presencial Valparaiso - SP
04/2011
DISCENTES





























Adriana dos Santos RA 203306Kelly Roberta Alves B. de Oliveira RA 204410

Keila Renata Alves B. Pereira RA 204407

Rosely Almeida Nogueira RA 204368

Celso Ferrante RA 204425











INTRODUÇÃO





O presente trabalho se dá a um tema que infelizmente está presente na vida de todos nós cidadãos de bem, que é a Criminalidade e o Trabalho Infantil, falaremos também no decorrer de nossapesquisa sobre o Domínio da Leitura e Escrita em nosso país.

Objetivamos em mostrar que a dignidade de cada homem consiste em ser, essencialmente, uma pessoa, um ser, cujo valor concernente é superior a todos os demais no mundo, tentamos demonstrar que os direitos humanos são direitos próprios de todos os homens, enquanto homens, à diferença dos demais direitos, que só existem e sãoreconhecidos, em função de particularidades individuais ou sociais do sujeito.


A sociedade brasileira há anos e anos vêm sofrendo com a criminalidade infantil persistente em nosso país e muitos desses adolescentes que optam pelo mundo da marginalidade, concerteza, na maioria das vezes, não tiveram uma infância digna, prazerosa e construtiva, na qual toda criança merece e precisa viver esse períodoque é uma lei natural de mundo como o nosso.

Muitos dos nossos cidadãos que se tornam marginais, não tiveram infância, ao invés disso foram obrigados pela família ou pela sociedade a deixar de ser criança, e se tornarem pequenos responsáveis pela sustentação familiar. A exploração do trabalho infantil em nosso País é um fator negativo para o crescimento social assim como demonstra osnúmeros globais apresentados nas estatísticas disponíveis que, segundo Simon Schwartzman, a exploração do trabalho de crianças e adolescentes é uma prática que precisa ser coibida. No entanto, os números globais apresentados nas estatísticas disponíveis cobrem situações muito distintas, que vão das formas mais abjetas de exploração à participação limitada ou ocasional de crianças e adolescentesem atividades da família que não são necessariamente prejudiciais; elas cobrem tanto situações em que o trabalho impede que a criança ou adolescente estudem, quanto situações em que ele proporciona uma ocupação para os que, por várias razões, abandonaram a escola, o que pode ser uma situação melhor do que a desocupação pura e simples, sobretudo para os adolescentes.

Ao desenvolvermoseste trabalho compreendemos que a exploração do trabalho infantil pode ser uma porta para a criminalidade, mas por outro lado, se as crianças e adolescentes tiverem um educação descente vinda da família e da sociedade, essas crianças ou adolescentes podem ter uma visão diferente deste trabalho que pode se tornarem em profissionais seja de marceneiro, de jardineiro, de gráfico, de costureiro,de cozinheiro, de lavrador ou qualquer outra, que pode ser simples, mas respeitáveis como toda ocupação útil deve ser.





































..... UM POUCO SOBRE A CONSTITUIÇÃO

Título II
Dos Direitos e Garantias Fundamentais

Capítulo II
Dos Direitos Sociais

Art.º6 São direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho, o lazer, a segurança, aprevidência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição.

Art.º7 São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social:

XXXIIII - proibição de trabalho noturno, perigoso ou insalubre aos menores de dezoito e de qualquer trabalho a menores de quatorze anos, salvo na condição...
tracking img