Direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1118 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Fichamento “Consciência Planetária e religião” Desafios para o século XXI.
Por uma ética da dialogia e da conjugação.
* Pressupostos
O ser humano vive em constante busca pela significância, dado que vivemos como expatriados sobre a Terra.
“Para nossas reflexões éticas, partimos de alguns pressupostos:
1. Horizonte kenótico da morte de Deus. Qualquer pretensão ética na atualidade develevar a sério aquilo que Derrida chamou de horizonte kenótico da morte de Deus, quando tratava de um suposto retorno do Sagrado no mundo de hoje. [...] é a partir do supracitado horizonte que refletimos, uma vez que nosso enfoque ético não quer ser um aparato conceitual antes lança suas raízes no chão da vida que escapa ao poder sintetizante da razão.
2. Pluralismo x Razão aberta. O pluralismodefendido tem repetido a mesma lógica de uma consciência como fundamento do bem e da verdade, lógica violenta por sinal. Assim é que pensamos numa razão aberta, comunicativa, histórica, processual, pública. Uma razão que não possuímos, mas que nos informa num dinamismo infinito, deixando evidente o envolvimento de todo ser humano, de toda diferença, na construção do sentido, num aprendizado mútuo[...].
3. Racionalidade aberta e humanismo. [...] uma racionalidade aberta, comunicativa, há que considerar o ser humano não como cogito ou mônada, não meramente como consciência ou animal nationalis, mas como mundo que faz parte do planeta Terra. O humanismo só é humanismo autêntico no cuidado com o nosso lar, a Terra, Pátria-Mátria-Frátria que clama por um projeto de sustentabilidade, poruma política de civilização capaz de conjugar o cosmo, a matéria, a vida e o ser humano.
4. Do antropocentrismo ao ecocentrismo. Por último, nossa passagem se dá, como consequência necessária, em direção ao ecocentrismo. [...] Talvez seja possível preconizar uma ética civilizatória entendida como pensamento público do qual todos podem, a priori, participar, uma ética polifônica retroalimentadapela dialogia, própria da razão aberta e comunicativa.” (Páginas 109 a 111).

* Estrutura intersubjetiva do espírito humano.
“O ser humano não se defronta com seu entorno social na mesma forma que um simples organismo do meio ambiente natural. Mas ele “se torna pessoa quanto entra no espaço público de um mundo social que o espera de braços abertos [...]”.” (Página 112).
“[...] os sujeitosprovidos da faculdade de falar e agir são capazes de se dirigir a algo no interior do mundo, alfo intramundano, somente a partir do horizonte do seu respectivo mundo da vida.” (Página 113).
“[...] a objetividade do mundo, que supomos em nossa fala e em nossas ações, está intimamente entrelaçada com a intersubjetividade do entendimento sobre algo no mundo que não podemos descurar, em hipótesealguma, tal coesão nem fugir do horizonte do nosso mundo da vida que é franqueado por meio da linguagem.” (Página 114).
“Para se falar de consciência planetária, pensamos, é preciso conjugar o mesmo e o outro, o igual e o diferente, o Ocidente e o Oriente, num processo dialógico e num comprometimento historicamente ético.” (Página 115).
* Natureza e espírito.
“Para o conhecimento humano, finito noespaço e no tempo, parece inevitável ao cálculo racional escapar da dicotomização, uma vez que a razão é a faculdade da síntese. Porém, seguindo a perspectiva de uma razão comunicativa e aberta, cremos ser possível entrever na diferença uma unidade intrínseca.” (Página 116).
“[...] o espírito objetivo constitui a liberdade da ação, e na consciência da liberdade se reflete a participaçãoconsciente do espaço de argumentos, estruturado simbolicamente, no qual se movem espíritos socializados pela linguagem. Em nossas pretensões de saber algo sobre o mundo não podemos fugir nem da experiência nem dos argumentos, ou seja: nem da natureza nem do espírito.” (Página 116).
“Cumpre ressaltar aqui que uma ética para os tempos atuais é possível a partir da conjugação e da dialogia. Conjugação...
tracking img