Direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2295 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Professora: Elisa Gomide
Alunas: RA:
RA:
RA:RA:
RA:
Curso: Pedagogia Turma: 2° "A”

Introdução
É o período compreendido entre a invenção da escrita, ocorrida, porvolta de 4000 a.C. e a queda do Império Romano, em 476 d.C.. Foi nesta época que se desenvolveram grandes impérios como o egípcio, o mesopotâmico, o persa; hebreus e fenícios. Surge, também, a escravidão, que irá se desenvolver na Grécia e em Roma. De uma maneira geral, o surgimento das primeiras civilizações vai ocorrer no atual Oriente Médio, lugar de solos férteis bastante propícios aodesenvolvimento da agricultura.

HISTÓRIA DO EGITO ANTIGO
LOCALIZAÇÃO: Deserto do Saara-nordeste da África.
EVOLUÇÃO POLÍTICA
PERÍODO PRÉ-DINÁSTICO( 4000 A.C - 3200 A.C.)
Divisão em nomos (pequenas unidades políticas), ou seja, as antigas vilas neolíticas. Seus chefes eram chamados de nomarcas.
Com o passar do tempo, estes nomos vão se unindo até formar dois reinos: ALTO EGITO, ao sul e BAIXO EGITO,ao norte.
Em 3200 a.C. Menés, rei do Alto Egito unifica os dois reinos e se torna o primeiro faraó.
PERÍODO DINÁSTICO
ANTIGO IMPÉRIO (3200 a.C. - 2300 a.C.)
Foi a época em que se estruturou a organização política. Capital do Império: Mênfis.
GOVERNO
Monarquia Absoluta Teocrática. O faraó é considerado um deus vivo.
PACIFISMO
O Egito não tinha um Exército permanente.
Trabalho obrigatóriodos camponeses (felás)
Prosperidade econômica.
Construção das pirâmides de Queóps, Quefren e Miquerinos. A finalidade das pirâmides era servir de túmulos para os faraós ou nobres abastados, onde seus corpos e objetos seriam preservados para a vida após a morte.
Por volta de 2300 a.C., sacerdotes e nomarcas questionam o poder do faraó, gerando uma crise no Antigo Império.

MÉDIO IMPÉRIO (2100A.C - 1580 A.C.)
Príncipes do Alto Egito, restabelecem, a monarquia. É a época das grandes construções como a dos diques e canais de irrigação, que aproveitavam e distribuíam a água das enchentes do Nilo, para a fertilização do solo.
Neste período ocorreu a invasão dos hicsos, povo de origem árabe, que dominou o Egito durante quatro séculos. Foi nesta época que os hebreus chegaram ao Egito.
Houveo desenvolvimento da metalurgia do bronze e do ferro.
Em 1580 a.C., os egípcios conseguiram expulsar os hicsos.
NOVO IMPÉRIO (1580 A.C. - 525 A.C.)
Período marcado pelo militarismo e imperialismo. Grandes conquistas militares e a invasão dos hicsos, permitiram, o desenvolvimento de uma política expansionista (aumento das fronteiras do império).
Houve a reestruturação da sociedade, grandesfaraós como Ramsés II e Tutmés III. Período onde se destacaram os militares, sacerdotes, um grande número de camponeses, além dos escravos que trabalhavam na construção das grandes obras arquitetônicas.
Muitas campanhas militares, invasão de vários povos, causaram o enfraquecimento do Novo Império.
525 a.C., os persas dominaram o Egito na batalha de Pelusa.
ECONOMIA
Agricultura é a principalatividade econômica.
Pecuária é pouco significativa.
Trocas diretas
Artesanato e Manufatura: tecidos, jóias, móveis, ferramentas, vidros etc.
Mercado Externo controlado pelo Estado. Comerciavam com a Fenícia, Ilha de Creta, Palestina e Síria.
Desenvolveram complexo sistema hidráulico de diques e canais, para o aproveitamento das águas do Nilo.
SOCIEDADE
Hierarquizada.
Setor dominante...
tracking img