Direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2588 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
direitoEXCELENTISSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA MM. 8ª VARA DO TRABALHO DE GUARULHOS – SP.

PROCESSO nº 000099567220115020318

TC CALDEIRARIA E FUNILARIA INDUSTRIAL LTDA., pessoa jurídica de Direito Privado devidamente registrada perante o CNPJ sob o nº 05.767.764/0001-20, com sede à Avenida Santos Dumont, nº 3424, Cumbica, Guarulhos – SP., por seu representante legal, 3ª de boa-fé,nos autos da RECLAMAÇÃO TRABALHISTA movida por ANDERSON BARBOSA, através de sua advogada infra-assinada, VEM, respeitosamente perante Vossa Excelência, apresentar DEFESA, o que faz aduzindo as seguintes razões de fato e de direito:
A ora RECLAMADA cansada de todos os transtornos que vem sofrendo desde sua mudança, entrou em contato com os responsáveis da empresa CELTEC e afirmou que se estes nãose colocassem diante de seus credores afastando esses revezes, a TC promoveria e estuda promover AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS E MATERIAIS CONTRA A MESMA, o que fará caso esta não compareça em juízo, por essa razão a empresa CELTEC tem comparecido às audiências.
As citações entregues no endereço da ora RECLAMADA não possuem informações corretas, sendo que desde o nº do prédio as mesmassão desconexas e fantasiosas, em que pese o direito do RECLAMANTE que não pode ser preterido, porém, não pode ser qualquer pessoa jurídica a responsável pelo ônus de sua empregadora e no caso é o que estamos.
Em síntese, aduziu o RECLAMANTE que laborou para a empresa CELTEC até 07/12/2010 e pediu a citação da ora RECLAMADA por entender que se trata de caso de sucessão trabalhista, sob frágeisargumentos de conversas havidas ao que tudo indica, das quais não possuem qualquer prova, e por não ser a expressão da verdade será provado ad finem.
E em face de sua frágil alegação, portanto, pleiteia pagamento de verbas rescisórias e indenizatórias que faz jus, requerendo a condenação solidária das empresas.
No entanto, essa não é a verdade real dos fatos, de modo que a ora RECLAMADA, mesmo àmíngua de demais elementos impugna a pretensão do RECLAMANTE.
DOS FATOS
Em que pese as alegações do colega subscritor da petição inicial, melhor sorte não o agasalha, e este não deveria, considerando que pode responder por LIDE TEMERÁRIA, apontar veementemente que se trata da mesma empresa, pelas razões que segue:
A TC CALDEIRARIA E FUNILARIA INDUSTRIAL LTDA EPP, foi constituída em 2003, comramo de atividade diverso daquele da empresa CELTEC , os sócios das duas empresas não se conheciam, e por uma infeliz coincidência hoje estão na condição de reclamados, mas, de certo que após a analise dos documentos probatórios trazidos pela ora RECLAMADA NÃO RESTARÁ DUVIDAS QUE NÃO EXISTE QUALQUER RELAÇÃO ENTRE AS EMPRESAS.
A EMPRESA CELTEC está sediada no endereço fornecido pelo próprioRECLAMANTE, ou seja, Av. Gumercindo Diogo de Almeida, nº 33 –A, Granja Eliana, Guarulhos – SP., e os endereços fornecidos pelo RECLAMANTE da TC, ora reclamada, não são iguais aos anteriores da CELTEC, o que por si só depõe contra si, que desconhece até o nº do prédio.
De modo que, inexiste fraude, ou como colocou o colega “invenções pirotécnicas”, posto se houvesse essa condição, certamente o tramiteseria outro, e a ora RECLAMADA nada tem a esconder porque não é sucessora da CELTEC.
As fotos trazidas aos autos não traduzem a realidade dos fatos, e, sim, a intenção, o desejo dos RECLAMANTES, que sem seu direito se acham recobertos para agirem de forma reprovável, senão criminosa, o que será questão de estudo e mérito em medidas a serem adotadas, oportunamente.
Quanto ao mérito do acordoformulado com a empregadora do RECLAMANTE e o SINDICATO, a RECLAMADA se abstem de comentar e/ou contestar por desconhecer os detalhes.
As alegações são implausíveis, beirando o absurdo, quando o subscritor da exordial discorre sobre o veiculo do sócio Sr. Arão, invadido até em sua vida pessoal, relatando que o veiculo não é de sua propriedade, agredindo moralmente um homem, partindo para outra...
tracking img