Direito e cinema

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3071 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
FACULDADE DE DIREITO

Profª. Drª. Mara Regina de Oliveira

Análise do Filme “Festim Diabólico”, de Alfred Hitchcock”

Grupo:
Ágatha Ferraz
Diego Orenstein
Gustavo Feichtenberger
Laís Sampaio
Mônica Fernandes
Natália Silveira
Thamires Cappelo

1. Introdução
O presente seminário tem por objetivo demonstrar, de forma rápida e sucinta, osprincipais aspectos abordados na clássica obra audiovisual denominada “Festim Diabólico” (Rope, 1948), do prestigiado diretor de cinema Alfred Hitchcock.
Os resultados e as críticas doravante apresentados foram única e exclusivamente obtidos por meio de pesquisas e consultas a sites de internet especializados em cinema e artes cinematográficas em geral.

2. Ficha do Filme

Nome: FestimDiabólico (Rope, 1948)
Direção: Alfred Hitchcock
Roteiro: Patrick Hamilton, Hume Cronyn, Arthur Laurents, Ben Hecht
Gênero: Suspense
Origem: Estados Unidos
Duração: 80 minutos
Tipo: Longa-metragem
Elenco:

Ator/Atriz | Personagem |
James Stewart | Rupert Cadell |
John Dall | Brandon Shaw |
Farley Granger | Phillip Morgan |
Cedric Hardwicke | Sr. Kentley |
ConstanceCollier | Sra. Atwater |
Douglas Dick | Kenneth Lawrence |
Edith Evanson | Sra. Wilson |
Dick Hogan | David Kentley |
Joan Chandler | Janet Walker |

Sinopse: Na cidade de Nova York, Brandon e Phillip assassinam seu amigo David, por considerarem-se superiormente intelectuais em relação a ele. Com toda a frieza e arrogância, resolvem provar para eles mesmos sua habilidade eesperteza: esconderão o cadáver em um grande baú, que servirá como mesa e estará exposto no meio da sala de estar do apartamento deles, durante uma festa que realizarão logo em seguida. Baseado em uma história real.

3. Crítica Cineplayers
Por Alexandre Koball, em 07/02/2004
Gravado totalmente em estúdio, este é talvez o filme mais experimental do diretor e, portanto, o mais ousado. É seuprimeiro filme colorido, mas não é experimental por causa disso: ele foi filmado em apenas 10 tomadas de oito minutos cada uma. Oito minutos de filme, para a época, era o máximo que um rolo de filme podia suportar. Mas boa parte dos cortes presentes entre essas tomadas são imperceptíveis (o que torna a técnica do filme ainda mais genial): Hitchcock utilizou truques de edição para tentar disfarçaro máximo possível a passagem entre os poucos rolos de filme utilizados. Por exemplo, aproximando o foco de um local escuro para, no próximo rolo, filmar em zoom out a partir daquele local. Pronto! Temos um corte que poucos notariam.
Para os atores o uso de tal técnica também foi complicado. Se hoje em dia o cinema é marcado por tomadas rápidas, que permitem ao diretor refilmá-las sem muita perdade tempo caso ocorra algum problema, imagine o trabalho de filmar uma cena de oito minutos. O estilo teatral do filme, portanto, é bem evidente: tudo bem coreografado, através da repetição, até que a cena saísse perfeita (e sendo Hitchcock um diretor altamente perfeccionista, a dificuldade e pressão para cima dos atores foi ainda maior). Para se ter uma idéia, durante as filmagens, apenas umsegmento por dia era finalizado. E demonstrando seu perfeccionismo, o diretor chegou a refilmar cinco ou seis segmentos por causa que ele não estava completamente contente com a cor da luz do sol nessas tomadas. Obviamente, genialidade requer trabalho extra e muita paciência.
A história de Festim Diabólico é simples, mas repleta de personagens que tornam o filme complexo e dinâmico, no sentido deimprevisível. É levemente baseada em um caso real: em 1924 os jovens Leopold e Loeb (19 e 18 anos, respectivamente), raptaram e mataram um garoto de 14 anos chamado Bobby, na cidade de Chicago. O caso teve grande repercussão em jornais da época. Ambos foram julgados, mas conseguiram escapar da pena de morte, sendo apenas aprisionados. Loeb morreu na prisão, e Leopold saiu dela após 45 anos,...
tracking img