Direito a greve

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (264 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Direito a greve

A greve é uma reivindicação justa para a classe trabalhadora, sem qualquer argumento de esse ou aquele funcionário possa fazer greve, otrabalhador, independente da profissão tem o direito de greve, conforme Marx (1981), “[...] greve é a única força de poder do trabalhador frente ao capital exploradorde mão de obra”. Em levantamento realizado na Rússia pré-revolucionária de 1916, Lênin (1984) diz que o trabalhador não deve deixar-se levar pelas palavrasideológicas do sistema capitalista, que aproveita a menor oportunidade para punir e deixar o proletário sem nada, sem um salário justo. Guevara (1982) em suasobservações sobre o trabalho assalariado não via saída para o trabalho manter o seu padrão de vida a não ser pela reivindicação justa de greve, das lutas sindicais. Ao tratardas suas observações sobre a democracia, Nobbio (2007) diz que a democracia não é coisa barata, é cara, pois os governos que se dizem democratas não arcam com asconseqüências nos momentos cruciais, assim, quando há uma greve forte, o governo passa a usar instrumentos repressivos tão fortes ou piores do que nas ditadurasmilitares. As greves surgem nos locais aonde o desenvolvimento econômico brutal do capitalismo se dá com grande freqüência. No mundo há um forte desenvolvimentoeconômico, excludente, onde os ricos ficam cada vez mais ricos e os pobres cada vez mais pobres e oprimidos (Hobsbwm, 1980). Mas Che Guevara foi mais longe aosdizer que “Se você treme de indignação perante uma injustiça no mundo, então somos companheiros.”, Mas, “Há que endurecer-se, mas sem jamais perder a ternura”.
tracking img