Direito romano

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (258 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Posse
1- Conceito
- Poder de fato, exercido mediante apreensão ou subordinação física de coisa, protegido judicialmente – podendo-se dispor da coisa como se fossaproprietário em alguns casos.
- Posse (fato) X Propriedade (Direito)
2- Elementos da posse
- Corpus : elemento objetivo, relação de fato com o objeto físico.
- Animus:elemento subjetivo, a intenção, ou a vontade de possuir a coisa.
3 – Espécies de posse
- posse natural: posse corpórea ou detenção, relação de fato sem a intenção de tornar-sedono (escravo, filii famílias, depositário, locatário)
- posse civil: conseqüências jurídicas previstas no jus civile (usucapião). Fundamentava-se em uma justa causa .
-possessio ad interdicta: posse onde o possuidor tinha o corpus e o animus, protegida pelos interditos possessórios dos pretores.
Obs: na época de Justiniano a posse civil ea possessio ad interdicta foram unificadas.
4- Modalidades de posse
- posse de boa-fé (protegida contra todos) e de má-fé(apenas contra terceiros)
- posse justa e injusta(com vício de violência, clandestinidade ou precariedade)
- posse com justa causa e sem justa causa
5- Início da posse (aquisição)
- inicia com a conjugação do corpus(mesmo que simbólico) e do animus
6- Término da posse (perda)
- com o fim de um dos elementos dado pelo possuidor ou terceiro
- abandono/ não desejar mais possuir/transferência da posse/ perda da coisa
- previsão de exceções
7- Proteção da posse
- interditos possessórios emitidos pelo pretor para proteger ou reaver a coisa.
- interditosde manutenção: UTI possidetis para bem imóvel e uturbi para móveis
- interditos de recuperação: unde vi (quando houver violência) clandestina possessione e de precario
tracking img