Direito celta

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (614 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Aluna:Ana Celia Pereira Andrade
CPD: 572093
Turma: 40181
Curso: Direito-1º Semestre
Disciplina: História do Direito
Prof.º: Rodrigo Palma

“O DIREITO CELTA E A FORMAÇÃO DO SISTEMA JURÍDICO DABREHON LAW” (6 páginas), Rodrigo Freitas Palma, Professor e Escritor. Publicado em uma revista eletrônica do site, UNIEURO-DF.
O autor introduz a historia dos celtas enfatizando como “um dos maisimportantes povos da Europa Ocidental.” Conta ainda que outros autores consideravam-os um conjunto de tribos aparentadas.
O costume de forma geral sempre prevalecia, assim como a religião. O militarismoera como uma rotina.
É um povo de origem ariana, que ficou conhecido por vários nomes na Alta Idade Media, como: Bretões, Escotos, Pictos, Galegos, Remos, entre outros. A bem-sucedida campanhamilitar empreendida na Gália foi mencionada na obra DE BELLO GALLICO, onde relatou a passagem pela Península Itálica desde o ano 367 a.C. O autor ainda ressalta que nesta ocasião os mesmos destroem acidade, incendiando-a e promovendo saques. “Júlio César, finalmente, iria enfrentá-los e vencê-los tão somente na segunda metade I a.C.”
A Irlanda foi o país onde os Celtas tiveram maiores influencia, poresta razão não ter experimentado o processo de romanização que alcançou as outras regiões da atual Grã-Bretanha. O idioma gaélico é prova disso ainda muito utilizado.
Apresentando a cultura Celta, oautor relata que esta foi espalhada por todos os confins do continente e registrando uma presença significativa.
O Direito Celta
Sendo organizados em tribos, os Celtas “desenvolveram uma apuradanação de solidariedade clânica”, onde existia uma série de leis de hospitalidade, apesar da diversidade regional são bem prováveis que os traços únicos culturais sobressaiam as diferenças geográficas.Conta o autor que “Indro Montanelli, em sua apurada crítica”, relata que os Celtas da Gália dividiam-se em três castas: “Os nobres ou cavaleiros, que tinham os monopólios do exército, os sacerdotes...
tracking img