Diplomacia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3043 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O que entende por Diplomacia
Aos Estados compete proteger os interesses e realizar as aspirações de quem dele faz parte, tendo para o efeito os Estados a necessidade de cooperar de modo a atingir este fim.
A sua capacidade em realizar estes objectivos determinará o seu poder e ditará se os dias de cada Estado serão tranquilos ou turbulentos.
Sendo o Poder a capacidade de modificar as decisõese acções dos outros Estados e derivando da vontade e força, força que vem da capacidade de transformar recursos em competências e vontade de resolver e atingir os seus objectivos.
De modo a que um Estado preserve a sua tranquilidade, liberdade, segurança este terá que assegurar uma considerável quantidade de poder para o seu Estado tendo para o efeito os líderes políticos a necessidade deconseguir conduzir e manobrar o seu Estado em posições de vantagem estratégica.
Com o intuito de aplicar este poder sobre outros Estados os líderes políticos poderão ter que usar guerreiros, espiões e diplomatas astutos.
Dentro dos modos que poderão ser considerados estão a espionagem, arte da guerra e a diplomacia.
Os militares são os punhos do Estado, no entanto deverão ser o último argumento deste,os espiões são normalmente os olhos, ouvidos e mãos escondidas do Estado, por sua vez a diplomacia é a arte da persuasão assumindo os diplomatas o papel de olhos, ouvidos e mãos visíveis dos Estados, assumindo-se como a voz do seu Estado em terras estrangeiras.
A diplomacia é a forma que os líderes usam em tempo de paz e é o braço sem sangue usado em tempo de guerra.
Muitas vezes os diplomatastrabalham lado a lado com espiões e militares de modo a aconselhar os líderes e monitorizar os interesses do seu estado na relação com outros Estados chegando a alterar percepções e acções destes Estados.
Não raras vezes os Diplomatas contêm rivalidades Estatais, harmonizam interesses e constroem cooperação nunca descurando a protecção dos seus cidadãos no estrangeiro.
A sua tarefa é odesenvolvimento pacífico político, económico, cultural e militar dos interesses do seu Estado e dos seus cidadãos
Diplomacia é a arte e a prática de conduzir as relações exteriores ou os negócios estrangeiros de um determinado Estado ou outro sujeito de direito internacional. Geralmente, é empreendida por intermédio de diplomatas de carreira e envolve assuntos de guerra e paz, comércio exterior, promoçãocultural, coordenação em organizações internacionais e outros.
Convém distinguir entre diplomacia e política externa - a primeira é uma dimensão da segunda. A política externa é definida em última análise pela Chefia de Governo de um país ou pela alta autoridade política de um sujeito de direito internacional; já a diplomacia pode ser entendida como uma ferramenta dedicada a planear e executar apolítica externa, por meio da actuação de diplomatas.
As relações diplomáticas são definidas no plano do direito internacional pela Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas (CVRD), de 1961.
Figurativamente, ou de forma coloquial, chama-se diplomacia o uso de delicadeza ou os bons modos, ou, ainda, astúcia para tratar qualquer negócio.
O termo é registrado em português a partir de 1836 eadvém do grego díplóma,matos, "objeto duplo, tablete de papel dobrado em dois", através do latim diploma, "papel dobrado, carta de recomendação, carta de licença ou privilégio" e do francês diplomatie (1790), "ciência dos diplomas" ou "relativo às relações políticas entre Estados ou referente aos diplomatas".
O Estado mantém relações diplomáticas por intermédio de órgãos especializados. Taisórgãos costumam organizar-se em torno de um Ministério de Negócios Estrangeiros e contar com um quadro de profissionais que representam o Estado junto a outros governos, o chamado "serviço diplomático".
Ao lado da diplomacia profissional, os Estados também lançam mão de missões temporárias ao exterior ("diplomacia ad hoc") para desempenhar determinada função (negociar um tratado, por exemplo). Este...
tracking img