Dimensionamento de eixo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1556 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA

TRABALHO DE CONSTRUÇÃO DE MÁQUINAS I
MEMORIAL DE CÁLCULOS PARA O DIMENSIONAMENTO DO SEGUNDO EIXO DE UM REDUTOR COM ENGRENAGENS CILÍNDRICAS DE DENTES RETOS

Prof. Dr. Carlos Oscar

Luciano Temistocles de Almeida 306.8002-6

São Paulo – 2008

Universidade Presbiteriana Mackenzie –Departamento de Engenharia Mecânica da Escola de Engenharia Trabalho de Construção de Máquinas I

Selecionar um redutor de engrenagens cilíndricas de dentes retos a partir do catálogo da Transmotécnica, com capacidade em HP igual a 5 vezes o dígito de controle do número de ransmotécnica, matrícula, onde 0 é igual a 10. Considerando o diâmet o do eixo de entrada, selecionar o diâmetro rolamento para osmancais. Admitir escalonamento segundo o diâmetro da presente no catálogo de rolamentos, adotando o valor máximo, Dprimitivo = 100 mm, = 20º, nentrada = selecionar no catálogo do redutor, .
) EM KW

CÁLCULO DA POTÊNCIA (

CÁLCULO DOS MOMENTOS TORÇ ORÇORES (

)

Do catálogo da Transmotécnica, através da potência (~

kW):

Sendo, pelo catálogo,

:

Verificação: Corrigindo a potência:(ok) ; Os torques no segundo e terceiro eixos ( (Página 5).

(ok) ) serão calculado mais adiante calculados

2
Luciano Temistocles de Almeida – 3068002-6 Memorial de Cálculos

Universidade Presbiteriana Mackenzie – Departamento de Engenharia Mecânica da Escola de Engenharia Trabalho de Construção de Máquinas I

Como o redutor terá carcaça do tipo AH14 – 22, ainda do catálogo daTransmotécnica, temos as medidas:

CÁLCULO DOS DIÂMETROS DAS ENGRENAGENS CILÍNDRICAS DE DENTES RETOS (∅1corrig e ∅2)

Onde as dimensões indicadas na primeira linha correspondem ao desenho abaixo:

3
Luciano Temistocles de Almeida – 3068002-6 Memorial de Cálculos

Universidade Presbiteriana Mackenzie – Departamento de Engenharia Mecânica da Escola de Engenharia Trabalho de Construção deMáquinas I

A = 854 (mm) Coeficiente de proporcionalidad (K): cionalidade A0 : Distância entre centros das en engrenagens 1 e 2 ; d1 = 24 [mm] ; D2 = 100 [mm] ; G = 184 [mm] 4 eixos (4 relações de transmissão) 5 pares de E.C.D.R transmissão),

Adotando A0 como sendo o diâmetro

da primeira engrenagem (∅1), então:

∅1=z1.m

78=14.m

m= 5,5714

Faixas de variação de módulo 0,1 0,3 - 1,0 0,251,0 - 4,0 0,5 4,0 - 7,0 1,0 7,0 - 16,0 2,0 16,0 - 24,0 3,0 24,0 - 45,0 5,0 45,0 - 70,0

zmin - zmax 14 - 17

mcorrig=5,5 z1 = 14

Como z1 deve ser inteiro e m é tabelado, deve corrigir ∅1: deve-se

∅1corrig = 77 [mm]

Foi dado que

e que todas as relações de transmissão são iguais, assim sendo: transmissão

Dessa forma, ∅



CÁLCULO DAS REAÇÕES NOS MANCAIS DE ROLAMENTO

∅1 = 77Seção 1

Seção 2
°
∅2 = 260

Ftg Fn Fr

Vista Lateral Vista Frontal 4
Luciano Temistocles de Almeida – 3068002-6 Memorial de Cálculos

Universidade Presbiteriana Mackenzie – Departamento de Engenharia Mecânica da Escola de Engenharia Trabalho de Construção de Máquinas I

;
º º º

º

º

º

;


A

B

A

B

(A e B são representações dos mancais de rolamento)Plano Vertical



+



+









+

Substituindo ,calculado pela equação do equilíbrio dos momentos, na equação do equilíbrio das forças, temos .

Plano Horizontal



+





+







Substituindo ,calculado pela equação do equilíbrio dos momentos, na equação do equilíbrio das forças, temos .

5
Luciano Temistocles de Almeida – 3068002-6Memorial de Cálculos

Universidade Presbiteriana Mackenzie – Departamento de Engenharia Mecânica da Escola de Engenharia Trabalho de Construção de Máquinas I

DIAGRAMA DE FORÇA CORTANTE E DOS MOMENTOS TORSOR E FLETOR NO SEGUNDO EIXO

Força Cortante [N]
473,81 1584,76 7710,61

2058,57

5381,46

2329,15

Momento Torsor [N.m]

Momento Fletor [N.m]
Plano Horizontal Plano Vertical...
tracking img