Dificuldades enfrentadas por enfermeiros em um centro cirúrgico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4816 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO
No centro cirúrgico a dinâmica de trabalho, aliada ao relacionamento entre os profissionais que atuam na referida unidade, deve acontecer de forma harmoniosa. Para tanto, torna–se indispensável um trabalho integrado, com profissionais capacitados e preparados, favorecendo o enfrentamento das exigências impostas pelo referido ambiente, visando segurança e bem–estar do paciente. Aunidade ocupa lugar de destaque no hospital, considerando–se as finalidades e a complexidade dos procedimentos nela realizados visando o atendimento de pacientes, tanto em caráter eletivo, quanto de urgência e/ou de emergência.1
É uma unidade fechada, de risco, repleta de normas e rotinas. Considerando–se o elevado número de procedimentos anestésico–cirúrgicos realizados, a complexidade da unidade, opapel do enfermeiro exige, além de conhecimento científico, responsabilidade, habilidade técnica, estabilidade emocional, aliados ao conhecimento de relações humanas, favorecendo a administração de conflitos, que são freqüentes, em especial, pela diversidade dos profissionais ali atuantes.
A demanda de atividades burocráticas e administrativas é intensa na unidade, requerendo do enfermeirotempo significativo. Ele necessita delegar estas atividades para ter tempo de cuidar integralmente do paciente que será submetido a um tratamento anestésico e/ou cirúrgico.2 Concorda–se com esse posicionamento, pois o paciente cirúrgico vivencia o estresse de tal forma, que muitas vezes não consegue exteriorizar seus medos, ansiedades, preocupações e incertezas, daí a importância da atuação doenfermeiro no sentido de perceber, inclusive na comunicação não verbal do paciente, essas manifestações presentes no período que antecede a cirurgia.
A qualidade da assistência de enfermagem prestada ao paciente, tanto no período que antecede a cirurgia quanto durante e após a realização da mesma, interfere nos resultados do procedimento realizado.3 Daí a relevância de buscar compreender a complexidadeque envolve a atuação do enfermeiro nessa unidade. Para tanto, a presente pesquisa visa identificar dificuldades enfrentadas por enfermeiros que atuam em um centro cirúrgico de um hospital da região central do estado do Rio Grande do Sul.
O presente artigo foi construído a partir de resultados obtidos em um trabalho de conclusão do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Regional doNoroeste do estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ), realizado por uma das autoras.
TRAJETÓRIA METODOLÓGICA
A referida pesquisa foi desenvolvida com enfermeiros de um centro cirúrgico de um hospital da região Central do Rio Grande do Sul. A mesma é de natureza qualitativa, descritiva e exploratória. Os sujeitos da pesquisa compreenderam quatro (4) enfermeiros que atuavam no centro cirúrgicopesquisado há mais de um ano e que concordaram em participar da pesquisa. A coleta de dados ocorreu de 08 de julho a 15 de agosto de 2003, após solicitação formal à Direção e à Gerência de Enfermagem da Instituição. Os sujeitos foram informados sobre as finalidades da pesquisa, após assinaram termo de consentimento livre informado.
Para a coleta dos dados foi utilizada entrevista aberta, com a seguintequestão norteadora: Fale–me, quais as dificuldades que enfrentas no dia–a–dia no centro cirúrgico. Foi utilizado o método de exaustão para definir o término da coleta de dados, ou seja, a partir do momento em que as falas começaram a se repetir, deu–se por concluída a referida etapa. Após, as entrevistas foram transcritas na íntegra e analisadas.4
Por se tratar de uma pesquisa com pessoas,foram observados os preceitos éticos conforme Resolução 196/96 do Ministério da Saúde.5 Visando manter o anonimato dos enfermeiros, os mesmos foram identificados com codinomes de planetas: Plutão, Vênus, Marte e Netuno.
RESULTADOS
A população estudada constituiu–se de quatro (4) enfermeiros, com idade entre 29 e 38 anos, do gênero feminino, casadas, todas com pós–graduação (lato–sensu) em...
tracking img