Dificuldades de pessoas com deficiencias

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3812 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

Quando perguntamos a uma pessoa qual deficiência gostaria de ter, ouvimos deficiência visual na maioria das vezes. Isso se explica porque, nos dias de hoje, encontramos mais adaptações para esse tipo de deficiência, entre eles o braile, que ajuda na leitura, os aparelhos eletrônicos adaptados, como computador, por exemplo, entre outros. Mas existe uma coisa que não é analisada, adificuldade encontrada por uma pessoa com deficiência adquirida, por exemplo, que terá praticamente que reaprender a viver, pois muda totalmente a vida da pessoa e, mesmo tendo vários recursos, é muito difícil pra uma pessoa com deficiência visual adquirida reaprender tudo o que já sabia de uma maneira diferente, e é para tentar abordar aspectos desta questão que este trabalho foi feito.
Veremosque uma pessoa com deficiência visual encontra várias barreiras, mas havendo persistência e determinação, tudo isso pode ser enfrentado. Como diz Borges (1996)

[...] uma pessoa cega pode ter algumas limitações, as quais poderão trazer obstáculos ao seu aproveitamento produtivo na sociedade, mas grande parte destas limitações pode ser eliminada através de duas ações: uma educação adaptada àrealidade destes sujeitos e o uso da tecnologia para diminuir as barreiras (BORGES, 1996, p.04).

É de grande importância que a sociedade esteja preparada para receber pessoas cujas necessidades, muitas vezes, diferenciam-se daquelas estabelecidas por um padrão, pois a sociedade só é completa quando todas as pessoas estão inseridas nela. Conforme Conforto & Santarosa (2002)

A construçãode uma sociedade de plena participação e igualdade tem como um de seus princípios a interação efetiva de todos os cidadãos. Nesta perspectiva é fundamental a construção de políticas de inclusão para o reconhecimento da diferença e para desencadear uma revolução conceitual que conceba uma sociedade em que todos devem participar, com direito de igualdade e de acordo com suas especificidades (CONFORTOe SANTAROSA, 2002, p.06).

Pretendemos apresentar, nesse trabalho, as dificuldades que as pessoas com deficiência visual encontram; como devemos nos comportar frente a elas; como a sociedade em si vê as pessoas cegas; se estamos ou se não estamos estruturalmente preparados para fornecer comodidade e facilidade de locomoção; e, finalmente, o que ainda pode mudar para os portadores dedeficiência se sentirem mais bem aceitos pela sociedade.
Esse trabalho conta com uma entrevista feita com o deficiente visual, o que nos ajuda muito a entender melhor os sentimentos dessas pessoas, e também saber mais sobre elas, veremos um pouco disso no desenvolvimento do trabalho, onde através dessa entrevista, vamos comparar com o conteúdo teórico e tentar compreender o que realmente é esse tipo dedeficiência e as mudanças que ela traz na vida de uma pessoa.

2.APRESENTAÇÃO DO SUJEITO
Américo é um jovem de 30 anos, adquiriu a deficiência visual aos 27 anos após ter sofrido dois acidentes com o caminhão que trabalhava, e outro fator que contribuiu foi o fato dele ser diabético, mesmo com o tratamento a doença acabou se avançando e contribuindo para a perda de visão.
Como foi citado acima,ele era caminhoneiro antes da perda de visão, e isso é uma das coisas que ainda lhe causa muita tristeza, o fato de não poder mais dirigir e viajar como fazia antes, ele não costumava ficar muito tempo em um lugar, gostava de conhecer lugares novos, pessoas diferentes, e a perda da visão acabou mudando completamente a sua rotina. Com o aparecimento de algumas limitações, por causa da falta devisão, ele procurou fazer outras coisas que gostava, começou a fazer cursos, artesanato, pratica esportes sempre que pode em um instituto na cidade de Curitiba, e também arrumou um novo emprego na prefeitura de sua cidade na área de Educação.
Américo tem problema em um de seus rins e precisa fazer hemodiálise três vezes por semana, isso acabou impossibilitando de fazer muitas coisas, pela falta de...
tracking img