Diferentes culturas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1978 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Diferentes culturas:
A Mauritânia é um país situado no noroeste da África Ocidental, na região do deserto do Sahara e lá o padrão de beleza é a obesidade. Uma mulher ser obesa é sinal de status, ou seja, mostra que é uma mulher que não precisa de trabalhar porque o marido é rico. Para se adequar, algumas meninas são mandadas aos 5 anos a campos de engorda, onde consomem uma quantidadeexorbitante de calorias. Ser obesa é garantia de casamento. Há também uma explicação "sentimental": quanto maior a mulher, mais espaço ocuparia no coração do amado.
O Irão é um país asiático do Médio Oriente e subdivide-se em 30 províncias. Neste país é usual as mulheres realizam plásticas ao nariz como sinónimo de status social. Por serem obrigadas a andar cobertas da cabeça aos pés ficando à mostrasomente as mãos, os pés e o rosto, elas acabam por direcionar os cuidados para o rosto, usando maquilhagens muito carregadas e realizando as tais plásticas ao nariz para aperfeiçoá-lo já que este costuma ser bastante volumoso.
No Japão, esqueça algumas recomendações da sua mãe: coma o macarrão colocando uma extremidade na boca e sugando o resto; tome sopa direto da tigela, sem colher. Coreanos echineses dividem o mesmo prato central. Tomar a sopa ruidosamente na China é um elogio aos anfitriões. O mesmo vale, nos países árabes, para um arroto após as refeições. Na Índia, Malásia, Egito, Marrocos, Arábia Saudita e Tailândia use, só a mão direita. A esquerda é para a higiene íntima. Na Inglaterra, não "enxugue" o molho com o pão. Ou será confundido com Conan, o Bárbaro. O mesmo pensarão osfranceses se você usar palito de dentes.
Se você for para os Estados Unidos, conforme-se com um feroz patrulhamento antitabagista. Cada vez menos é permitido fumar em locais fechados - nem simulando um ataque de abstinência você vai conseguir convencer os severos americanos a deixá-lo dar uma pitadinha. Por isso, sempre peça permissão antes de acender o cigarro. Na Europa, já acontece o contrário:eles fumam praticamente em qualquer lugar, inclusive à mesa, mesmo se alguém ainda estiver comendo. Em Cingapura, jogar pontas de cigarro na rua é punido com multas altíssimas. Nas Filipinas, raramente encontra-se uma mulher fumando em público.
O círculo feito com o polegar e o dedo indicador, que para nós é gesto obsceno, para os americanos significa o.k. No Japão, quer dizer dinheiro; na França,algo sem valor; na Alemanha, equivale a chamar alguém de idiota e, na Tunísia, é uma ameaça de morte. Na Tailândia e Bulgária, os movimentos de sim e não feitos com a cabeça são invertidos. Na Austrália, fazer o "V" da vitória ou o conhecido gesto positivo com a mão fechada e o polegar para cima quer dizer que você está mandando alguém para aquele lugar indevido. Na Turquia, Romênia, Grécia e emalguns países latinos, a mão em figa tem conotação sexual, enquanto na Polônia, Rússia, Iugoslávia e Bulgária é uma resposta de cunho negativo. O gesto usado para pedir carona vira um convite sexual na região da italiana Sardenha, na Turquia e na Grécia. No Egito, esfregar os dois indicadores em movimentos paralelos é interpretado com segundas intenções.

Nos países árabes, mostrar a sola dosapato ao cruzar as pernas é grosseiro, pois esta é considerada a parte mais suja. Exibir a palma da mão para um grego, com os dedos esticados e abertos é a pior ofensa. Provém do costume bizantino de esfregar sujeira no rosto dos inimigos. Colocar as mãos nos quadris e encarar um mexicano dá a entender que você o está chamando para uma briga. Na Bélgica e na França, não pega bem para um homem ficarem pé, com as mãos nos bolsos, enquanto conversa com alguém. Na Itália, não apalpe as frutas para ver se estão maduras, a menos que queira aprender palavrões.

Em certos países, comportamentos absolutamente normais para nós, brasileiros, podem virar grosseria se feitas em público. Na Coréia do Sul, ninguém assoa o nariz na rua e, no Japão, as pessoas não espirram diante das outras. Em Seul, não...
tracking img