Dif do cod de etica seso 47 e 65

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2890 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

Introdução iii

1. Relações Sociais no Brasil na 1ª Metade do Século XIX 1

2. Principais Idéias e Valores em Disputa 4

3. Rebatimento no Contexto do Serviço Social 6

4. Conclusão 8

Referencias 9



Introdução

Este trabalho foi elaborado a partir dos principais aspectos resaltados nos Códigos de 1947 e de 1965, com base no contexto histórico das relações sociaisno Brasil e nas principais idéias e valores em disputa. Identificando seus rebatimentos no contexto do Serviço Social, considerando a trajetória da profissão e da sociedade brasileira, com as entidades organizacionais.
1. RELAÇÕES SOCIAIS NO BRASIL NA 1ª METADE DO SÉCULO XIX

A partir da década de 20, no pós Primeira Guerra, aparece o Serviço Social como profissão institucionalizada, e tornamais abrangente a questão social e suas formas de organização para a classe trabalhadora cuja finalidade era difusão de idéias políticas.

Até o ano de 1930, no Brasil, vigorava a República Velha, como é conhecida hoje. Caracterizada por uma forte centralização do poder entre os partidos políticos e a conhecida aliança política “café-com-leite” (entre São Paulo e Minas Gerais). A República Velhatinha grande embasamento na economia cafeeira e, portanto, mantinha vínculos com grandes proprietários de terras.

Existia, de acordo com as políticas do “café-com-leite”, um revezamento entre os presidentes apoiados pelo Partido Republicano Paulista (PRP), de São Paulo, e o Partido Republicano Mineiro (PRM), de Minas. Os presidentes de um partido, ao término de seu mandato, anunciavam comocandidato do governo um nome do outro partido, e outros estados faziam a oposição oficial. O problema estourou em 1929, quando do fim do governo do presidente Washington Luís Pereira de Sousa. O PRM indicou para Washington Luís o nome de Antônio Carlos, então governante de Minas Gerais. Luís, todavia, defendeu a candidatura de Júlio Prestes, paulista, que defenderia a oligarquia cafeeira frente àcrise mundial da Primeira Guerra Mundial e Depressão de 1929. O Partido Mineiro então anunciou seu apoio ao nome da oposição e, aliando-se ao Rio Grande do Sul e Paraíba, lançou o nome de Getúlio Vargas.

Júlio Prestes, conseguiu a vitória, mas ela foi negada pela Aliança (nome dado aos aliados gaúchos, mineiros e paraibanos), que alegavam fraudes eleitorais. Os estados aliados, principalmente oRio Grande do Sul, arquitetaram uma revolta armada. A situação piorou ainda mais, quando o candidato à vice-presidente de Getúlio Vargas, João Pessoa, foi assassinado em Recife, capital de Pernambuco. Como os motivos não foram apenas pessoais, mas também políticos e econômicos acentuados pela grande crise de 1929, a indignação aumentou, e o Exército – que era contrário ao governo vigente desde otenentismo – se mobilizou a partir de 3 de Outubro de 1930. No dia 10, uma junta governamental foi formada pelos generais do Exército. Nos meses seguintes, o poder foi passado para Getúlio Vargas. Nomeado presidente, Getúlio Vargas gozava de poderes quase ilimitados e, aproveitando-se deles, começou a tomar políticas de modernização do país. Ele criou, por exemplo, novos ministérios como o MinistérioDo Trabalho, Indústria e Comércio e o Ministério da Educação e Saúde, e nomeou interventores de estados. Na prática, os estados perdiam grande parte da sua autonomia política para o presidente.

A Getúlio Vargas também é creditado, nesta época, a Lei da Sindicalização, que vinculava os sindicatos brasileiros ao presidente. Vargas pretendia, assim, tentar ganhar o apoio popular, para queestes apoiassem suas decisões (a política conhecida como populismo). Mesmo assim, houve, na Era Vargas, grandes avanços na legislação trabalhista brasileira, que perduram até hoje.

Entre 1937 e 1945, duração do Estado Novo, Getúlio Vargas deu continuidade à reestruturação do estado e profissionalização do serviço público, criando o DASP (Departamento Administrativo do Serviço Público) e o IBGE....
tracking img