Didatica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1746 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ARTE/EDUCAÇÃO NO MUSEU DE ARTE CONTEMPÔRANEA DA USP
UM ESTUDO DE CASO


Resumo do 4º capítulo do livro: A Imagem no Ensino da Arte, da escritora e arte/educadora Ana Mae Barbosa, para disciplina de didática

ARTE/EDUCAÇÃO NO MUSEU DE ARTE CONTEMPORANEA DA USP

No Brasil, o trabalho do arte/educador nos museus tem sido improvisado. A partir de 1950 foram organizados os primeirosserviços educativos em museus, isso começou no Rio de Janeiro.
Em 1986 apesar de existirem 78 cursos de educação artística no Brasil nenhum deles prepara o arte/educador para trabalhar em museus. No mesmo ano é elaborado um pré-projeto para discutir a possível criação do Instituto de Arte na USP. Aproposta de um Departamento de Arte/Educação de formação inter-relacionadas, porém distintas: Ensino de Arteem Escolas Formais, Arte/Educação em Museus e Arte/Educação para ação cultural.
A ideia de um departamento de arte com o primeiro curso de educação artística com ênfase em museu foi bloqueado nos canais burocráticos da USP, mesmo assim, ainda em 1986, as professoras, Elza Ajzemberg e Ana Mae Barbosa organizaram o primeiro curso de especialização em arte/educação em museu. Ele foi estruturado noformato de uma série de palestras que incluía museologia, museografia, curadoria, historia da arte e estética.
Dos problemas mais discutidos no curso, um deles foi a relação entre arte/educadores e curadores. Profissionais om o mesmo objetivo que é alcançar a melhor organização estética para as exposições, tornando-as o máximo possível, acessíveis ao publico, portanto,qualidade estética eacessibilidade são princípios que diferenciam o trabalho do curador e do arte/educador no museu.
O curador, diz o que deve ser feito ou como deve ser lida a exposição pelo publico e ao arte/educador compete ajudar o publico a encontrar seu caminho interpretativo e não impora intenção do curador.As atividades do curador e do arte/educador são complementares: interpretar uma exposição é tão importantequanto instalá-la!
O Victoria and Albert Museum em 1852 foi o primeiro a criar a função de arte/educador. Curadores, conservadores e arte/educadores eram igualmente considerados, numa lição de equilíbrio cultural. Até 1970 teve um dos melhores programas de arte/educação em museu da Europa.
Nos Estados Unidos, a introdução da arte/educação nos museus se deu no Metropolitan de Nova York em 1982, e noMuseu de Belas-Artes de Boston em 1876, estabeleceu o ensino da arte e apreciação artística, algo a parte do funcionamentodo museu. Somente no sec. XX que a função de preservação exibição de obras de arte.
A partir do advento da arte moderna, os museus nos Estados Unidos passaram a constituir a vanguarda no ensino da arte, realizando um trabalho renovador em relação às escolas e até asuniversidades. O Museu de Arte Moderna de Nova York (MOMA) foi fundado em 1929, com objetivo didático de levar a uma compreensão da arte moderna.
O MOMA e o Museu de Cleveland são os pioneiros da moderna arte/educação em museus, teoricamente fundamentada por Victor D’Amico em Nova York, e Thomas Munro, em Cleveland.
Victor D’Amicodeixou o MOMA em 1971, deprimido e amargurado porque seu programa delevar a arte até o povo, foi considerado caro e elitista pelos dirigentes do museu. Depois da saída de D’Amico, o MOMA passou a privilegiar a educação superior, adotando uma atitude scholar frente à arte moderna, tornando-se um instituto de pesquisa no qual há uma constante interação entre pesquisa pura, experimental e prática.
Dar esse status à arte/educação sem eliminar os programas que visamaproximar da arte as classes populares, é a meta dos que trabalham no Museude Arte Contemporânea da USP, apartir de1987. Outra preocupação é a inter-relacionar curadoria, pesquisa e arte/educação, mas estabelecendo-se a medida certa para cada evento, a partir da premissa de que tanto o curador quanto o arte/educador tem a responsabilidade de facilitar a comunicação e apreciação do publico.
A...
tracking img