Dica de livro: "a nova desordem digital"

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (306 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Dica de livro: "A nova desordem digital"

Acabou de sair. A Folha paulista falou bem (ver post mais abaixo). O resumo da editora.

O Livro
Os seres humanos são ávidos por informações:coletamos, etiquetamos e organizamos dados o tempo todo.

Hoje, a mudança do mundo físico para o digital está virando nossas vidas de cabeça para baixo. No passado, tudo tinha seu devidolugar  o mundo físico exigia isso , mas agora tudo tem diversos lugares: várias categorias, inúmeras prateleiras. De repente, tudo virou uma miscelânea.

Em A nova desordem digital,David Weinberger leva o leitor por uma empolgante viagem pela ascensão da miscelânea.

Examina como se decide quais informações não serão incluídas nos mapas físicos (e por que o Google Earthos está superando), como algumas lojas imitam uma loja on-line para aumentar as vendas, por que os professores de nossos filhos desistirão de fazê-los memorizar fatos e datas e como asmudanças para a música e as playlists digitais não estão transformando apenas o segmento musical, mas também definindo parâmetros para o futuro em praticamente todos os setores.

O autor tambémmostra como a adesão à miscelânea pode trazer recompensas resultantes do dilúvio de informações para nossa vida pessoal e profissional.

De A a Z, A Nova Desordem Digital remodelarácompletamente nosso modo de pensar e o nosso conhecimento em relação ao mundo.

Neste livro você descobrirá que:
A informação torna-se mais valiosa quando é jogada numa grande “pilha” digitalque será filtrada e organizada pelos próprios usuários.
Em vez de contar com especialistas, grupos de usuários estão inventando suas próprias maneiras de descobrir o que querem e o quedevem aprender.
Empresas perspicazes não tratam as informações como um bem a ser guardado, mas como algo a ser “misturado”, e assim conquistam a lealdade dos clientes e advertem o mercado.
tracking img