Diana

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1063 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Nome: Clodoaldo da luz Turma: 04
Perguntas:
1. Quais as incidências complementares do tornozelo, raio central e DFF?
R: Lateral; raio central perpendicular a receptor da imagem em direção ao maléolo medial , a DFF e de 1 m.
AP em estresse; raio central perpendicular ao receptor da imagem direção para o ponto central entre os maléolos, DFF 1m.
AP com encaixe;direcionar o pe do paciente a cerca de 15 graus, onde os maléolos fiquem em paralelos e a DFF 1m.

2. Como podemos realizar pés com apoio, tamanho de filme e DFF?
R: AP; paciente ereto e peso distribuídos entre ambos os pés, os pés em paralelos um do outro, o raio central angulo 15 graus na base do metatarso .
Lateral; paciente ereto e peso distribuído o paciente fica sobre blocos de madeiraposicionado em um degrau de descanso conectado a mesa e o paciente segura-se em algo para o equilíbrio, e o chassi entre os pés e eixo longitudinal paralelo aos pés, DFF 1m, filme 18X24 dividido em duas partes, o raio central na horizontal no nível do terceiro metatarso.

3. Quantas vértebras visualizamos em raio x de coluna lombar, como e realizado o exame e que osso visualizamos e quetipo?
R: 5 vértebras. AP; exame no Buck ou mesa, parte das costas encostado e paciente reto. Colima um pouco acima do processo xifoide ate 4 dedos da crista ilíaca, o raio central dois dedos acima da crista ilíaca e a DFF 1m, filme 15X40. Neste exame e mostrados os corpos vertebrais lombares, as articulações inter vertebrais, os processos espinhosos, transversos, as articulações SI e sacro T12a S1.
Perfil; no Buck com as mãos na cabeça, com leve inclinação para a coluna ficar reta, colimação acima da crista ilíaca, raio central dois dedos acima da crista ilíaca filme 15X40 são visíveis os forames invertebrais, os corpos vertebrais as articulações de L5 a S1, podendo estar incluso todo o sacro.
Obliqua ; fazer no Buck paciente inclinado a 45 graus fazendo exame primeiro lado direitodepois o esquerdo sempre encostado no Buck. O raio central na linha do umbigo. filme 24X30 e DFF 1m. Usar cone na obliqua localizada, pegando as vértebras L3, L4 e L5 em filme 18X24. Deve ser visualizadas as articulações interapofizarias .
Flexão e Extensão Lombar; exame na mesa, paciente deitado, tanto na extensão quanto na flexão o paciente estica o Maximo que puder filme 24X30 e DFF 1m.4. Em raio x de quadril quais incidências e como realizamos?
R: AP e Obliqua. AP; paciente deitado em decúbito dorsal , colocado os braços do paciente ao lado do corpo separar as penas e os pés girando de 15 a 20 graus raio central 2 dedos acima da crista ilíaca DFF 1m e filme 24X30.
Obliqua; ao lado ser radiografado encosta na mesa o paciente fica em 45 graus. O RC sempre naarticulação, em caso de prótese não vai pegar a crista ilíaca e sim a prótese. DFF 1m filme 24X30.

5. Quais as partes visualizadas no raio x de joelho e pé?
R: Em AP do pé : Cuboide, Metatarsos, Articulações Metatarso falangianas, Articulações Interfalangianas, Falanges,Ossos Sesamoides, Cuneiformes e Navicular.
Em AP Obliqua Medial do pé : Metatarsos,Falanges, Cuneiforme Lateral, Navicular,Talus , Cuboide e calcâneo.
Em perfil do pé: Quinto Metatarso, Cuneiforme Medial, Navicular, Talus, Calcâneo Cuboide e Tornozelo .
Em AP Joelhos: Tíbia,Platô Tibial, Cabeça da Fíbula, Espaço Articular Femoro-tibial, Côndilo Lateral, Côndilo Medial e Patela.
Em AP Obliqua Rotação Medial joelho: Tíbia,Articulação Tibiofibular, Colo da Fíbula,
Cabeça da Fíbula, Côndilo Lateral Fíbula, CôndiloLateral Fêmur, Côndilo Medial Fêmur, Patela e Fêmur.
Em AP Rotação Externa Joelho: Cabeça e Colo da Fíbula superpostos pela Tíbia, Côndilo Medial da Tíbia, Côndilo Medial do Fêmur,Côndilo Lateral do Fêmur e Patela.

6. Em raio x de coluna vertebral total como devemos realizar o exame? a DFF o tamanho do filme e para que serve o exame?
R: AP: O paciente fica na posição ortostática , e...
tracking img