Diagnostico institucional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5677 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]


UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP


CENTRO DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA


















DIAGNÓSTICO INSTITUCIONAL


ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DE CAMPO GRANDE SANTA CASA


SERVIÇO SOCIAL












CAMPO GRANDE – MS


ANO 2012



1 - DIAGNÓSTICO INSTITUCIONAL
1.1 Identificação do Campo:Nome: Associação Beneficente de Campo Grande – Santa Casa
Endereço: Rua Eduardo Santos Pereira, nº 88 – Vila Alta
Telefone: (67) 3322 4000 /4140
E-mail: santacasa@sbcg.org.br
1.2 Identificação da Supervisora de Campo:
Supervisora de Campo da Instituição: Eliane dos Passos Ramos
Nº do CRESS: 2763 – 21ª Região


1.3 Histórico da Santa Casa,sua origem, cultura, representantes e símbolos:
Em 03 de junho de 1.919, foi constituída a Sociedade Beneficente de Campo Grande, sendo eleito como primeiro presidente o Dr. Eusébio Teixeira e o vice-presidente Bernardo Franco Baís, aprovaram um Estatuto que foi impresso em Cuiabá. Consta que a Intendência queria construir o Hospital onde é hoje o Estádio Belmar Fidalgo, contudo suadiretoria não aprovou por ser próximo a uma unidade de Artilharia e poderiam ser dados tiros de festim que assustariam os pacientes. O presidente interrompeu seu mandato renunciando, assumindo então seu vice, Bernardo Franco Baís um notável filantropo e benemérito cidadão que comprou e escriturou em 20 de janeiro de 1.920 esta Sociedade Beneficente com uma área de 61.725 m².
[pic]
Aconstrução do Hospital iniciou-se em 1.924 com o renomado Engenheiro Camillo Boni, contendo quarenta leitos, uma sala de cirurgia e todas as demais dependências necessárias e levou quatro anos para ser concluída. Isto ocorreu já na gestão do terceiro Presidente, o senhor Eduardo Santos Pereira que ficou no comando até 31 de março de 1.932.
[pic]
Em 1º de abril, assumiu a presidência o Dr.Eduardo Olimpo Machado, sucedido por Juvenal Alves Corrêa que exerceu esta função até 31 de dezembro de 1.946. Contudo a Santa Casa necessitava de ampliar seu tamanho para suprir a carência de leitos para a população civil que não dispunha de nenhum outro ambiente hospitalar.
Surge então a figura de outro imigrante que aqui chegou muito jovem e galgou um brilhante conceito, graças a sua finurade trato e ao seu dinamismo, presidiu por largos anos e sedimentou a Associação Comercial, o senhor Aikel Mansour, que assume a presidência da Sociedade Beneficente de Campo Grande em 1º de janeiro de 1.947 e a exerceu até 31 de dezembro de 1.961, período em que edifica o primeiro pavilhão de dois pisos. Um prestigioso líder do comercio, o sucede em 1.962, José Nasser, e em cujo mandato inauguraum pavilhão de três pisos acoplado ao anteriormente concluído.
Destacamos como conta a história alguns representantes que ajudaram a tornar este sonho possível: Rogério Casal Caminha, João Clico Vidal, Ignácio Gomes, Dr. Arlindo de Andrade Gomes, Leonel Velasco, Arnaldo Serra, João Evangelista Vieira de Almeida, Antônio Bacha, Francisco Calarge, Antonio Norberto de Almeida, Abrão JúlioRahe e o ilustre Carroceiro José Mustafá, o Zé Bonito.
Vale a pena relembrar do carroceiro Zé Bonito, que residia numa pequena chácara situada em terreno encharcado e próximo da antiga Estação Rodoviária, possuía alguns burros e uma vaca leiteira, ele tinha aparência rude, mas alma luminosa sustentava toda a família com seu penoso trabalho além de transportar gratuitamente todo o material daconstrução como tijolos, pedra, areia, saibro, aterros, madeiramento, telhas, piso e outros. Ele morreu na Santa Casa, mas deixou como legado um exemplo de solidariedade e honestidade humana.
Esta fase foi de muito trabalho e abnegação, infelizmente seguidas de um período de descuido e anarquia financeira, visando grandes  investimentos em torre de consultórios médicos e blocos de...
tracking img