Diagnoatico social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1430 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

[pic]

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO

Palmares
2011

DIAGNÓSTICO SOCIAL

INTRODUÇÃO
Introdução
Introdução

Veremos a seguir que para a melhor compreensão da realidade local de uma determinada região, um dos fatores importantes é o diagnóstico social, e que para isso é necessário fazer um levantamento dos indicadoressocias.
Também é necessário verificar e compreender que as políticas públicas dependem desses levantamentos que são informações que irão direcionar as ações de acordo com as prioridades sociais existente em cada município observaremos que o conhecimento da realidade do nosso território e as demandas sociais a ele inerentes fará toda a diferença na atuação do serviço social e das demaisintervenções.

Assistência Social

A politica de Assistência Social foi inserida na constituição de 1988 nos artigos 203 e 204, e encontra-se regulamentada pela lei 8.742 de 1993 por meio da orgânica da Assistência Social – LOAS, a escolha desta política na elaboração do diagnostico social está relacionada pelas questões sociais que existem na realidade do meu munícipio nas quais depende dos serviços ebenefícios da Assistência Social.
O município de palmares situa-se na microrregião mata pernambucana componente da mesorregião mata e de acordo com as regiões de desenvolvimento focaliza-se na região de desenvolvimento da mata sul úmida de Pernambuco; dista 120,2 km da capital pernambucana e de acordo com o último censo do IBGE 2010 o município possui a população de 59.526 habitantes e área de339,290 km². O município apresenta problemas que estão vinculados ao declínio econômico da agroindústria da cana-de-açúcar, alto índice de desemprego agravado no período de entre safra, pois o único meio de trabalho da população é o corte da cana de açúcar e o comercio. Analisando a estrutura de renda levantada pelo IBGE censo 2000, vê-se que 70% dos chefes de família têm renda de até um saláriomínimo dos quais 15% não têm rendimento ou ganham até meio salário mínimo. De acordo com levantamento pode-se dizer que mais de dois terços da população vivem em condição de indigência o que em parte justifica as condições de moradia na periferia da cidade.
Em relação a Assistência Social o município de Palmares conta com o serviços de três CRAS (Centro de Referência da Assistência Social), que estãolocalizados nos bairros com maior índice das questões sociais. O diagnóstico social desta produção textual foi realizado no CRAS Família Acolhida do bairro Santo Onofre que é o maior bairro do município, onde além deste bairro o CRAS atende também o bairro de Santo Antônio e Santa Luzia que fica nas proximidades do mesmo, atualmente acompanha cerca de 500 famílias referente as três localidades.A situação da Realidade local destes territórios são semelhantes, todos estão localizados na parte alta da cidade, apresentando muitos morros onde se encontra muitas ocupações irregulares em situação de risco, ruas sem saneamento básico pavimentação, rede elétrica e abastecimento d`agua insuficiente para atender a população; esses bairros são considerados periféricos, por possui grandes problemasrelacionados a infraestrutura e também por ter o maior índice da população carente do município de acordo com o Plano Diretor do município esses bairros apresentam os mesmos indicadores sociais:
▪ Chefe de família desempregados;
▪ Trabalho e renda;
▪ Condição de moradia;
▪ Evasão escolar;
▪ Idosos em situação de enfermidade;

O CRAS Família Acolhida do bairroSanto Onofre é uma unidade pública da politica de assistência social de base municipal integrante do SUAS, localizado numa área que possui os maiores índices de vulnerabilidade e risco social, destinados à prestação de serviços e programas sócioassistenciais de proteção social básica as famílias e indivíduos e a articulação destes serviços no seu território de abrangência e uma atuação...
tracking img