Diagnóstico para implantação de plano de gerenciamento de resíduos sólidos em um posto de comustível na cidade de fortaleza.pdf transferido com sucesso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3124 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
3º Simposio Iberoamericano de Ingeniería de Residuos 2º Seminário da Região Nordeste sobre Resíduos Sólidos

DIAGNÓSTICO PARA IMPLANTAÇÃO DE PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM UM POSTO DE COMBUSTÍVEL NA CIDADE DE FORTALEZA – CE.

Adriana Sampaio Lima(1) Bióloga pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Mestranda em Tecnologia e Gestão Ambiental no Instituto Federal de Educação,Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Antonio Eduardo Bezerra Cabral Professor Adjunto I do Departamento de Engenharia Estrutural e Construção Civil - DEECC-UFC na Universidade Federal do Ceará (UFC). Professor colaborador do Mestrado em Tecnologia e Gestão Ambiental no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Endereço(1): Rua França, 860 – Maraponga – Fortaleza - CE - CEP:60710-710 - Brasil - Tel: (85) 88381855 99036322 e-mail: adrianas.lima@gmail.com RESUMO A utilização de medidas de gerenciamento de resíduos sólidos pode reduzir os significativos danos causados ou provocados ao meio ambiente. A implantação de tais medidas pressupõe o conhecimento da realidade existente com relação a principais atividades executadas em um posto de combustível, bem como osresíduos gerados, passíveis de causar impactos ambientais e à saúde humana. Este trabalho visa à implantação de um plano de gerenciamento de resíduos sólidos – PGRS em um posto de combustível, baseado nos aspectos legais vigentes, através da análise dos resíduos gerados em suas principais atividades. Foi feito um levantamento de dados à cerca da produção mensal de resíduos provenientes de troca de óleo,lavagem, gerados na loja de conveniência, escritório, banheiros e área de abastecimento, assim como as condições de manuseio, acondicionamento, coleta, transporte e disposição final. Os resultados mostraram que algumas atividades de geração de resíduos precisam ser otimizadas, bem como o investimento em conscientização dos funcionários, visando à mitigação dos impactos causados ao meio ambiente emfunção dos perigos ocasionados pelo gerenciamento de resíduos sólidos inadequado. PALAVRAS-CHAVE: gerenciamento, resíduos sólidos, posto de combustível.

INTRODUÇÃO As questões relacionadas à geração de resíduos das atividades comerciais, em especial as dos postos de abastecimento de combustíveis, são cada vez mais preocupantes, dado as suas características potencializadas pela contaminação comsubstâncias derivadas de hidrocarbonetos. Os riscos em postos de combustíveis podem ser relacionados à segurança e saúde do funcionário e riscos ambientais, que podem ocasionar contaminação do solo e lençóis freáticos, pelo vazamento de combustíveis ou provenientes de outros serviços prestados por um posto de combustível como a troca de óleo. Além disso, com o desenvolvimento econômico das últimasdécadas, houve uma diversificação dos resíduos gerados nesses estabelecimentos, bem como o aumento destes resíduos, indicando a necessidade de regulamentação dessas atividades. Fato ocorrido com a publicação da Resolução CONAMA nº 273, de 29 de novembro de 2000, a qual estabelece que toda instalação e sistema de armazenamento de derivados de petróleo e outros combustíveis são potencialmente ouparcialmente poluidores e geradores de acidentes ambientais. Esta resolução também regulamentou à adequada destinação dos resíduos gerados pelos postos de combustível. Os resíduos sólidos de postos de combustíveis são, em sua maioria, passíveis de serem reaproveitados. Para esta condição, faz-se necessária a criação de um plano de gerenciamento de resíduos que descreva os procedimentos corretos aserem adotados, desde manejo, acondicionamento, coleta, tratamento e destinação final, que atenda as normas ambientais vigentes, tendo como principal objetivo a redução na geração, reuso e REDISA – Red de Ingeniería de Saneamiento Ambiental ABES – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental 1

3º Simposio Iberoamericano de Ingeniería de Residuos 2º Seminário da Região Nordeste...
tracking img