Diabetes e arterosclerose

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1798 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
Faculdade de Farmácia

Diabetes Mellitus
Aterosclerose

Mariana Menezes
2012

Diabetes Mellitus
Epidemia mundial
saúde de todo o mundo.

grande desafio para os sistemas de

envelhecimento da população

sedentarismo

urbanização crescente

dieta inadequada

obesidade

Responsáveis pelo aumento da incidência e prevalência do
diabetes em todoo mundo.

Diabetes Mellitus
Cerca de 10 a 20 milhões de pessoas afetadas.
 Anualmente, no mínimo 60.000 crianças são diagnosticadas
em todo o mundo.

Sexta causa mais frequente de internação hospitalar.
 Aumenta em 30- 50% o risco de outras doenças.
 Principal causa de amputação não traumática de membros
inferiores.
 Principal causa de cegueira não adquirida.
 Responsável porcerca de 26% dos pacientes que entram em
diálise.

Diabetes Mellitus

O diabetes mellitus é uma síndrome de
comprometimento
do
metabolismo
dos
carboidratos, das gorduras e das proteínas,
causada pela ausência de secreção de insulina ou
por redução da sensibilidade dos tecidos à insulina.

Critérios Diagnósticos
Valores de glicemia para o diagnóstico de diabetes


Normal:
–glicemia de jejum - 70 mg /dL e 99mg/dL
– ≤ 140mg/dL 2 horas após sobrecarga de glicose

• Intolerância à glicose:
– glicemia de jejum -100 a 125mg/dL

• Diabetes:
– 2 amostras (dias diferentes) ≥ 126mg/dL
– glicemia aleatória ≥ 200mg/dL na presença de sintomas

• Teste de tolerância à glicose:
– 120 minutos ≥ 200mg/dL
American Diabetes Association. Standards of Medical Care in Diabetes. Classificação
 É classificada de acordo com os fatores etiológicos envolvidos no
aparecimento de cada uma de suas doenças:
• Diabetes do tipo 1
• Diabetes do tipo 2
• Outros tipos específicos
 Defeitos genéticos na função da célula β
 Defeitos genéticos na ação da insulina
 Doença do pâncreas exócrino
 Endocrinopatias
 Induzido quimicamente ou por drogas
 Infecções
 Formasincomuns de diabetes imunomediado
 Outras síndromes associadas ao DM
• Diabetes Gestacional

Diabetes Mellitus
Existem 2 tipos
principais de diabetes:
Diabetes
tipo 1
Diabetes mellitus
insulino-dependente

Diabetes
tipo 2
Diabetes mellitus nãoinsulino-dependente

Diabetes Mellitus
Tipo 1

Diabetes Mellitus Tipo 1
Doença autoimune órgão-específica, progressiva, que
começaanos antes do início do quadro clínico
(autoimunidade).
Acomete as células  das ilhotas de Langerhans e ao
início do quadro clínico já existe a destruição de 90 a
95 % destas células pelo processo auto-imune.

Diabetes Mellitus Tipo 1
 Caracteriza-se por uma deficiência absoluta de insulina.
 Causa destruição auto-imune das células β das Ilhotas de Langerhans.
 Ocorre na infância eadolescência.
 É o tipo mais agressivo, causa emagrecimento rápido.
 Há uma predisposição hereditária, com incidência 10x maior em
parentes de primeiro grau.

Diabetes Mellitus Tipo 1
Características Fenotípicas











Idade: pico de incidência entre 5 e 15 anos de idade;
Poliúria, polidipsia, polifagia;
Hiperglicemia;
Cetoacidose;
Perda de peso;
Visãoembaçada;
Infecções repetidas na pele ou mucosas;
Machucados que demoram a cicatrizar;
Fadiga;
Dores nas pernas.

Diabetes Mellitus Tipo 1
História natural inclui 4 estágios:

Pré clínico

Autoimunidade
dirigida contra
células β

Início
clínico

Remissão
transitória

Complicações
agudas,
crônicas e
óbitos

Diabetes Mellitus Tipo 1

Genéticos

Ambientais

Respostaimunológica

Diabetes Mellitus Tipo 1
Suscetibilidade Genética
 Influenciado pela associação familiar para a doença.
 Aproximadamente 30% a 50% dos gêmeos monozigóticos e 3% a 6%
dos parentes em primeiro grau de pacientes com DM1A
desenvolvem à doença.
 O polimorfismo de cinco genes é conhecido por influenciar o risco
do DM 1: HLA-DQα, HLA-DQβ, HLA-DR, pré pró-insulina e o gene
PTPN22....
tracking img