Diabetes mellitus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1015 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
DIABETES MELLITUS
O diabetes mellitus é um grupo de doenças metabólicas caracterizadas por níveis elevados de glicose no sangue ( hiperglicemia ) decorrentes dos defeitos na secreção e/ ou na ação da insulina ( American Diabetes Association [ADA] , Expert Committe on the Diagnosis and Classification of Diabetes Mellitus,2003 ). Normalmente, determinada quantidade de glicose circula no sangue. Asprincipais fontes dessa glicose são a absorção do alimento ingerido no trato gastrointestinal ( GI ) e a formação de glicose pelo fígado a partir das substâncias alimentares.
A insulina, um hormônio produzido pelo pâncreas, controla o nível de glicose no sangue ao regular a produção e o armazenamento de glicose. No estado diabético, as células podem parar de responder à insulina ou o pâncreaspode parar totalmente de produzi-la. Isso leva à hiperglicemia, a qual pode resultar em complicações metabólicas agudas, como a Cetoacidose diabética ( DKA ) e a Síndrome não-cetótica hiperosmolar hiperglicêmica ( HHNS ). Os efeitos da hiperglicemia a longo prazo contribuem para as complicações macrovasculares ( doença da artéria coronária, doença vascular cerebral e doença vascular periférica ),Complicações neuropáticas ( doenças dos nervos ).
CLASSIFICAÇÃO DO DIABETES:
DIABETES DO TIPO 1: um distúrbio metabólico caracterizado por ausência de produção e secreção de insulina devido à destruição auto-imune das células beta das ilhotas de Langerhans no pâncreas. Originalmente chamado de diabetes insulino-dependente, juvenil ou do tipo 1.
DIABETES DO TIPO2 : um distúrbio metabólico caracterizado por deficiênciarelativa na produção de insulina, redução na sua ação e maior resistência a esse hormônio. Originalmente chamado de diabetes não-insulino-dependente, de início adulto ou do tipo II.
DIABETES GESTACIONAL: o diabetes gestacional é qualquer grau de intolerância à glicose com seu início durante a gravidez. A hiperglicemia desenvolve-se durantea gravidez por causa da secreção de hormônios placentários, o que provoca resistência à insulina.
DIABETE MELLITUS ASSOCIADO A OUTRAS CONDIÇÕES OU SÍNDROMES.



DIAGNÓSTICO LABORATORIAL:
Alguns exames capazes de diagnosticar a diabete:
* HgbA1c (A1C ) = hemoglobina glicosilada;.
* Perfil lipídico em jejum;
* Teste para amicroalbuminúria;
* Nível sérico de creatinina;
* Urinálise;
* Eletrocardiograma.
Os exames dosados pelo sangue sugeridos pelos médicos são:
* GLICEMIA DE JEJUM: Coletado com jejum de 8 horas;
* GLICEMIA PÓS PRANDIAL: Dosar a glicemia 1, 2, 3 horas após uma refeição rica em carboidratos;
* CURVA GLICÊMICA: Consiste em, após uma coleta de sangue em jejum, administra-se glicose por viaoral ou glucagon de maneira subcutânea e repete a coleta de sangue 1, 2, 3 horas após.

VALORES DE REFERÊNCIA:

GLICEMIA DE JEJUM: 60 á 99 mg/dl.
GLICEMIA PÓS PRANDIAL: Inferior á 140 mg/dl.
CURVA GLICÊMICA: INICIAL: 95 mg/dl.
APÓS 1 HORA: 180 mg/dl.
APÓS 2 HORAS: 155 mg/dl.APÓS 3 HORAS: 140 mg/dl.

TRATAMENTO DO DIABETES:
A principal meta do tratamento do diabetes consiste em normalizar a atividade de insulina e os níveis sanguíneos de glicose para reduzir o desenvolvimento de complicações vasculares e neuropáticas. O impacto do controle intensivo da glicose sobre o desenvolvimento e progresso das complicações, como aretinopatia, nefropatia e neuropatia.

A meta terapêutica para o desenvolvimento do diabetes é a de conseguir níveis sanguíneos normais de glicose ( euglicemia ) sem hipoglicemia e sem romper gravemente a atividade e o estilo de vida usual do paciente. Existem cinco componentes do tratamento do diabetes:
* Tratamento nutricional;
* Exercício;
* Monitoração;
* Terapia...
tracking img