Diabetes mellitus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4530 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PROTOCOLO DE DIABETES MELLITUS
CONCEITO:
O DM é uma síndrome de etiologia múltipla, decorrente da falta de insulina e/ou da
incapacidade de a insulina exercer adequadamente seus efeitos. Caracteriza-se por
hiperglicemia crônica com distúrbios do metabolismo dos carboidratos, lipídeos, e proteínas.
As conseqüências do DM, a longo prazo, incluem disfunção e falência de vários órgãos,especialmente rins, olhos, nervos, coração e vasos sangüíneos.
2) PREVALENCIA:
A prevalência do Diabetes Mellitus é de 3% da população total.
3) CLASSIFICAÇÃO:
A classificação atual do Diabetes Mellitus é a seguinte:
- DM tipo 1: destruição da célula β , levando à deficiência absoluta de insulina.
- DM tipo 2: graus variados de resistência insulínica e de deficiência na secreção de
insulina.
-GESTACIONAL
- OUTROS TIPOS: decorrentes de defeitos genéticos, associado com outras doenças e
desencadeado pelo uso de fármacos diabetogênicos.
Consequentemente, os termos anteriormente utilizados como DM insulino-dependente e
não-insulino-dependente não devem ser mais empregados.

4) DIAGNÓSTICO O diagnóstico de Diabetes Mellitus é confirmado laboratorialmente. O
quadro a seguir mostraas faixas de alterações laboratoriais que definem as categorias de
tolerância à glicose e o diagnóstico de Diabetes Mellitus.
CATEGORIAS DE TOLERÂNCIA À GLICOSE
CATEGORIAS

GLICEMIA ( mg/dl )
JEJUM (8 H)

2 H APÓS 75 G
DE GLICOSE
Menor que 140

NORMAL

menor que 110

GLICEMIA DE JEJUM
ALTERADA

110 ou maior,
menor que 126

TOLERÂNCIA À
GLICOSE
DIMINUÍDA

menor que 126140 ou maior,
menor que 200

DIABETES

126 ou maior *

200 ou maior

CASUAL

maior que 200, com
sintomas *

* necessita de um segundo exame (glicemia plasmática) para confirmação.

OS SEGUINTES SINAIS E SINTOMAS DEVEM ALERTAR PARA A POSSIBILIDADE
DE DIABETES MELLITUS:
- poliúria / nictúria;
- Polidipsia / boca seca/Polifagia;
- Emagrecimento rápido/Fraqueza / astenia /letargia;
- Prurido vulvar ou balanopostite;
- Diminuição brusca da acuidade visual;
- Achado de hiperglicemia ou glicosúria em exames de rotina;
- Sinais ou sintomas relacionados às complicações de DM: proteinúria, neuropatia
periférica, retinopatia, ulcerações crônicas nos pés, doença vascular aterosclerótica,
impotência sexual, paralisia oculomotora, infecções urinárias ou cutâneas derepetição.
O rastreamento laboratorial para descoberta de novos casos de Diabetes Mellitus deve levar
em conta a presença de fatores de risco para a doença:
CONDIÇÕES DE RISCO QUE JUSTIFICAM O RASTREAMENTO DO DM TIPO 2:
- Idade maior que 40 anos;
- Histórico familiar ( pais, filhos, irmãos, etc. ) de DM ;
- IMC maior que 27 kg/m2 ;
- Aumento da RCQ(circunferência da cintura e do quadril paracálculo da RCQ – Relação
Cintura-Quadril, (RQC normal: homens, até 1 m; mulher, até 0,80 m);
- Hipertensão Arterial;
- Presença de doença vascular aterosclerótica antes dos 50 anos;
- Histórico prévio de hiperglicemia e/ou glicosúria;
- Mães de recém-nascido com mais de 4 kg;
- Mulheres com antecedentes de abortos frequentes, partos prematuros, mortalidade
perinatal, polidrâmnio, diabetesgestacional;
- HDL-colesterol menor ou igual a 35 mg/dl;
- Triglicérides maior ou igual a 200 mg/dl;
- Uso de medicamentos diabetogênicos ( corticóides, anticoncepcionais, dentre outros );
- Sedentarismo.
Fármacos que promovem hiperglicemia.
Glicocorticóides (efeito muito importante)
Pentamidina
Tiazídicos (efeito muito leve)
Interferon
Fenitoína
Agentes simpaticomiméticosEstrógenos
Ácido nicotínico
Beta-bloqueadores
Diazóxido
Estreptozocina

* O rastreamento pode ser feito com glicemia capilar ( a ser confirmado posteriormente com
glicemia plasmática de jejum de 8 horas ) e deverá ser feito:
a cada 3 a 5 anos para indivíduos com 45 anos ou mais.
a cada 1 a 3 anos quando houver:
- história de DM gestacional.
- evidências de 2 ou mais componentes da síndrome...
tracking img