Diabetes mellitus tipo 2

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3959 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO – UNICEUMA
COORDENADORIA GERAL DE GRADUAÇÃO NA ÁREA DA SAÚDE
COORDENADORIA DO CURSO DE ENFERMAGEM






ARISLENE ROCHA NASCIMENTO






PERFIL DOS PORTADORES DE DIABETES MELLITUS TIPO 2 ATENDIDOS EM UMA UNIDADE DE SAÚDE DE SÃO LUIS- MA














Junho
2010
ARISLENE ROCHA NASCIMENTO













PERFIL DOSPORTADOES DE DIABETES MELLITUS TIPO 2 ATENDIDOS EM UMA UNIDADE DE SAÚDE EM SÃO LUÍS- MA

Artigo Científico apresentado ao Curso de Enfermagem do Centro Universitário do Maranhão – UNICEUMA, como parte dos requisitos para obtenção do grau de Bacharel em Enfermagem.
Orientadora: Profª MsC. Maria Líbia Marques FortesJunho
2010
PERFIL DOS PORTADOES DE DIABETES MELLITUS TIPO 2 ATENDIDOS EM UMA UNIDADE DE SAÚDE EM SÃO LUÍS- MA


Arislene Rocha Nascimento[1]

RESUMO

A prevalência de diabetes vem crescendo nos últimos anos, o que está associado às mudanças no estilo de vida da população. Objetivou-se neste estudo objetivo conhecer o perfil dos portadores de diabetes mellitustipo 2, atendidos em uma unidade de saúde em São Luís – MA. Trata-se de uma pesquisa de campo, de caráter exploratório-descritivo, prospectivo, com abordagem quantitativa. A população foi constituída de 20 diabéticos atendidos na instituição e cadastrados no programa HiperDia. A obtenção dos dados se deu através de um formulário contendo questões fechadas. Os resultados foram: 60% são do sexofeminino; 65% tem mais de 60 anos, 40% são da cor parda, 60% são casados; quanto a escolaridade, 50% possui somente o ensino fundamental incompleto, 50% são aposentados e 40% vivem com 1 a 2 salário mínimo. Quanto aos hábitos de vida, 95% dos entrevistados não fumam atualmente, 80% não fazem uso de bebidas alcoólicas, entretanto 90% dos entrevistados não fazem dietas e 60% não pratica atividades físicas.Em relação aos valores obtidos através da pressão arterial, 12% dos sujeitos apresentam pressão arterial sistólica (PAS) maior ou igual a 130mmHg e pressão arterial diastólica (PAD) maior ou igual a 80mmHg. Quanto ao nível glicêmico capilar, 40% dos sujeitos apresentam níveis maiores que 100mg/dl. Conclui-se que os resultados deste estudo mostram fatores que influenciam o controle glicêmico e aqualidade de vida relacionada à saúde dos pacientes diabéticos.
Palavras-chave: Perfil. Diabetes Mellitus tipo II. Unidade de Saúde.

1 INTRODUÇÃO

O diabetes mellitus (DM) é uma doença endócrina, crônica e severa, decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade da insulina de exercer adequadamente seus efeitos, caracterizada por hiperglicemia crônica, freqüentemente acompanhadade dislipidemia, hipertensão arterial e disfunção endotelial e que afeta, atualmente, 8% da população adulta, aumentando a sua incidência para mais de 20% em pessoas com mais de 65 anos de idade (FELIG; FROHMAN, 2001).
Atualmente o diabetes mellitus é uma das principais causas de morbimortalidade no mundo ocidental. A Organização Mundial da Saúde (OMS) calcula que existam mais de 180milhões de pessoas com diabetes no mundo, sendo provável que esta cifra aumente mais que o dobro até 2030. Calcula-se que em 2005 ocorreram 1,1 milhões de mortes devido à diabetes. Aproximadamente 80% das mortes por diabetes são registradas em países de renda baixa ou média, sendo que metade das mortes ocorre em pacientes com menos de 70 anos, sendo 55% mulheres. A OMS calcula que as mortes pordiabetes aumentarão em mais de 50% nos próximos 10 anos se não forem tomadas medidas urgentes, e prevê que entre 2006 e 2015 as mortes por diabetes aumentem cerca de 80% nos países de renda média-alta (WORLD HEALTH ORGANIZATION, 2007).
A Organização Mundial de Saúde (OMS), estima que mais da metade das pessoas com diabetes desconhecem o seu diagnóstico, e que este freqüentemente é feito...
tracking img