Diabetes gestacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5180 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO

A importância da nutrição em todo ciclo de vida não pode ser refutada. Contudo sua relevância durante períodos específicos do crescimento, desenvolvimento e envelhecimento vem sendo progressivamente considerada.
Profissionais da saúde têm reconhecido há algum tempo os efeitos de uma nutrição adequada durante a gestação na saúde do bebê e da mãe, mesmo após sua idade fértil. Anutrição materna, possivelmente, a nutrição paterna antes da concepção afetam a saúde do neonato. A “origem fetal” tem mais efeitos para toda a vida do que se pensava originalmente. (MAHAN & SCOTT-STUMP, 2010)
Conforme a ADA, os componentes-chave para a aquisição de um estilo de vida saudável durante a gestação incluem tanto o adequado ganho de peso, quanto o consumo de alimentos variados (conformea pirâmide alimentar), suplementação apropriada de micronutrientes e o não uso do álcool e/ou cigarros ou qualquer substância danosa.
Aproximadamente 10% de todas as gestações são consideradas de “alto risco”, indicando uma complicação materna preexistente ou uma situação que se apresenta na gestação que coloca em risco o feto em relação a lesões no útero ou parto prematuro e subseqüentemorbidade. (ERICK, 2005)
O Diabetes é um distúrbio no qual a concentração de glicose no sangue encontra-se anormalmente elevada. As muitas alterações que ocorrem durante a gestação tornam difícil o controle da concentração de glicose no sangue de uma gestante diabética.
As alterações das concentrações e dos tipos de hormônios produzidos durante a gravidez podem acarretar a resistência á insulina,aumentando a demanda deste hormônio pelo organismo, o que para algumas mulheres, resulta no diabetes (MERCH, 2006).
O nutricionista do pré-natal necessita estar sintonizado com a história médica passada da gestante, bem como a probabilidade que um problema pode se apresentar na gravidez. (MAHAN & SCOTT-STUMP, 2010)





2 GESTAÇÃO

A gestação é uma das etapas da mulher de maior vulnerabilidadenutricional, estando, por exemplo, mais sujeita a intercorrências decorrentes da má alimentação, em um momento em que o organismo está em intenso anabolismo que determina expressivo aumento das necessidades nutricionais, comparado ao período pré-concepcional (CHEMIN & MURA, 2007).
A gestação é constituída de 40 semanas, o período gestacional é heterogêneo em seus aspectos fisiológicos,metabólicos e nutricionais.
A idade gestacional (IG) é definida como o tempo transcorrido entre o primeiro dia da última menstruação (DUM) e a data atual, medido em semanas e dias. A duração da gravidez tendo-se como base a DUM é, em média, de 280 dias ou 40 semanas, 10 meses lunares (de 4 semanas).
Os principais eventos do primeiro trimestre envolvem organogênese e danos sutis durante esse períodomarcam o desenvolvimento do coração e cérebro, sistema nervoso central e rins. Durante as semanas 1 e 2 o zigoto se divide, e a implantação ocorre. A partir da semanas 3 e 4 o sistema nervoso central, os olhos, os braços e as pernas começam a ser formados. As semanas 4 e 8 são considerados período embrinário. Durante as semanas 5 e 6 os olhos e ouvidos se desenvolvem, seguidos pelo desenvolvimentogenital, rins, palato e dentes. Na semana 9 é finalizado o período embrionário, começando o período fetal. É freqüentemente após 4 semanas de gestação que a mulher sabe que está grávida, o que corresponde a duas semanas após a falta da menstruação.(MAHAN & SCOTT-STUMP, 2010).
O estado nutricional materno tem sido avaliado principalmente para o peso da criança ao nascer, riscos de defeito no tuboneural (DTNs), e síndrome alcoólica fetal. O peso ao nascer é altamente correlacionado com mortalidade e morbidade infantil. Recém-nascidos que nascem pequenos para a idade gestacional (PIG) apresentam risco aumentado para adversidade na saúde a longo prazo tais como hipertensão, obesidade, intolerância a glicose e doença cardiovascular (MAHAN & SCOTT-STUMP, 2010).
A presença e o crescimento do...
tracking img