Dhrn

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2490 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
DOENÇA HEMOLÍTICA do Recém-Nascido

Dra. Elisabeth Frossard

IPPMG - UFRJ
IPPMG

DOENÇA HEMOLÍTICA do Recém-Nascido
DOEN

DOE SANGUE PARA UMA CRIANÇA
25 DE NOVEMBRO
Dra. Elisabeth Frossard IPPMG - UFRJ

DOENÇA HEMOLÍTICA do Recém-Nascido
DOEN

BINÔMIO Mãe-Filho

Dra. Elisabeth Frossard IPPMG - UFRJ

DOENÇA HEMOLÍTICA do Recém-Nascido
DOEN
SISTEMA Rh

Mais de 80antígenos eritrocitários
90% dos casos de DHRN é por anticorpo anti-D (Rho)
Brancos x Negros = 3:1
Raramente durante 1a. gestação

Dra. Elisabeth Frossard IPPMG - UFRJ

DOENÇA HEMOLÍTICA do Recém-Nascido
DOEN
CONCEITO

É uma anemia hemolítica causada por
incompatibilidade sangüínea materno-fetal.
A sobrevida das hemácias fetais, está
diminuída por ação hemolítica de anticorpos
da classeIgG, produzidos pela mãe e que
atravessam a placenta.
Inicia-se na vida fetal.
A hemólise intensifica-se ao nascimento.
Dra. Elisabeth Frossard IPPMG - UFRJ

DOENÇA HEMOLÍTICA do Recém-Nascido
DOEN
HISTÓRICO
HIST
1939 - Levine e Stetson - demonstraram
pela 1ª vez a presença de um anticorpo na
circulação materna que reagia contra um
antígeno presente nas hemácias fetais.
1941- Levine ecolaboradores divulgaram
amplamente através de documentos a
DHRN por anti-D (Rho).
Dra. Elisabeth Frossard IPPMG - UFRJ

DOENÇA HEMOLÍTICA do Recém-Nascido
CLASSIFICAÇÃO
CLASSIFICA
* Sistema ABO - 2/3 dos casos
* Sistema Rh - anti-D (Rho)- 1/3 dos casos
* Grupos sangüíneos do Sistema Rh e outros
sistemas
- anti-c (hr’), anti-E(rh”), anti-CW, etc.
- anti-K; anti-Jka, anti-Jkb;anti-Dia, anti-Dib; etc

Dra. Elisabeth Frossard IPPMG - UFRJ

DOENÇA HEMOLÍTICA do Recém-Nascido
DHPN POR ANTI-D (Rho)
DHPN

X
DCe / DCe

X
dce / dce

Todos os filhos serão
acometidos

DCe / dce

50% dos filhos serão
acometidos
Dra. Elisabeth Frossard IPPMG - UFRJ

DOENÇA HEMOLÍTICA do Recém-Nascido
MECANISMO DA ALO-IMUNIZAÇÃO
PARTO 1º Filho
D DD
D
D
D
DD
DD
D
DD
DD
D
D
D
D
Hemácias fetais

Rh positivas

DHRN
por
anti-D

dd
d
D
d d DD
D
D
dd
DD

Ac
Ac
Ac

Ac

Baço materno

Circulação materna
com
hemácias
fetais Rh positiva

Gestação de um
2º filho Rh positivo

Ac
Ac
-D -D

Ac
-D
Ac
-D

Ac
-D

Alo- imunização
materna
( imunização primária)
Dra. Elisabeth Frossard IPPMG - UFRJ

DOENÇA HEMOLÍTICA doRecém-Nascido
DOEN

( Adaptado Divisão Diagnósticos da Johnson e Johnson, 2ª.Ed, 1976. São Paulo).
Diagnó
2ª Ed,

Dra. Elisabeth Frossard IPPMG - UFRJ

DOENÇA HEMOLÍTICA do Recém-Nascido
CAUSAS DA ALO-IMUNIZAÇÃO MATERNA
CAUSAS
* Abortos - 3% das mulheres produzem anti-D
Abortos
*Múltiplas gestações - alo-imunização por anti-D e outros
anticorpos
* Hemorragias transplacentárias -1%-alo-imunização durante
gravidez de um 1º filho Rh positivo.
* Transfusões sangüíneas

* Amniocenteses, cordocenteses, gravidez ectópica rota.
* Trauma abdominal contundente.
Trauma
Dra. Elisabeth Frossard IPPMG - UFRJ

DOENÇA HEMOLÍTICA do Recém-Nascido
DHRN por anticorpo anti-E
Gesta IV
Abortos II

X

DcE / ce
DcE

DCe / ce

Para

II

RN recebeu 2 transfusões
de CH

IPPMG– UFRJ - OUT/04

DcE / ce
Dra. Elisabeth Frossard IPPMG - UFRJ

DOENÇA HEMOLÍTICA do Recém-Nascido
DHRN por anticorpo anti-CW e anti-E
Gesta IV Para III
Abortos I

X
A

O
DCwe / DcE
DC

DCwe /dce
(aborto)
(aborto)

RN recebeu 2 transfusões
de CH

DCe / dce

DcE /dce

IPPMG - UFRJ - 1996

DCwe / dce

DcE /dce

( RN acometidos)
Dra. Elisabeth Frossard IPPMG -UFRJ

DOENÇA HEMOLÍTICA do Recém-Nascido
DOEN
DHRN por anticorpo anti-Rh (D)
Gesta IV
Abortos II

X

Para

II

1º Gesta- Aborto– 2ª sem – não
fez IgG-anti-Rh
3ª Gesta - Aborto – 6ª sem –

DCe / ce
(O+)

dce / dce
(O-)

Não fez IgG anti-Rh
4ª Gesta – sangramentoFez IgG-anti-Rh

RN recebeu 2 transfusões
de CH ( 19% e 23%)
Dra. Elisabeth Frossard
IPPMG – UFRJ - AGO/06...
tracking img