Determinismo, materialismo, existencialismo e fenomenologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1555 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Filosofia

Determinismo

Determinismo é a doutrina segundo a qual tudo o que acontece tem uma causa. O conjunto do real é um sistema de causas e efeitos necessários, incluindo os fatos que parecem ser consequência de liberdade e vontade própria. A explicação habitual desta ideia consiste em defender que para qualquer acontecimento existe um estado anterior que lhe está relacionado, de talmaneira que esse estado anterior não poderia, sem violar uma lei da Natureza, existir sem que existisse o acontecimento.
Em outras palavras, o determinismo é a crença em que os acontecimentos ocorrem de uma maneira já fixada, num plano sobrenatural ou pelas leis da Natureza. É o princípio em que todos os fenômenos estão ligados uns aos outros, por meio de relações ou leis necessárias.
Algumascaracterísticas do determinismo: universalismo, uma vez que sua adoção deve, necessariamente, referir-se a todos os fenômenos do universo; sua impossibilidade de prova, característica que decorre, como consequência, de seu universalismo; negação do tempo, já que este é apenas uma força promovedora de uma sucessão irreversível de acontecimentos.
Essa teoria enquanto necessidade cognoscível opõe-seao destino, uma lei cega que escapa ao Homem.

Tipos de Determinismo:

Pré-determinismo: Se, como Laplace, o deísmo e o behaviorismo, supuséssemos que todo efeito já está completamente presente na causa, temos um determinismo mecanicista onde a determinação é colocada no passado, numa cadeia causal totalmente explicada pelas condições iniciais do universo.
Pós-determinismo: Se, como nateleologia, supuséssemos que toda causalidade do universo é determinada por alguma finalidade, temos um determinismo mecanicista onde a determinação é posta no futuro pela imaginação de alguma entidade exterior ao universo causal (Deus).
Co-determinismo: Se, como na teoria do caos, na teoria da emergência ou no conceito de rizoma, supuséssemos que nem todo efeito está totalmente contido na causa,isto é, que o próprio efeito pode simultaneamente interagir (causalmente) com outros efeitos, podendo inclusive acarretar um nível de realidade diferente do nível das causas anteriores (por exemplo, a interação no nível molecular formando outro nível de realidade, a vida, ou a interação entre indivíduos formando outro nível de realidade, a sociedade), temos um determinismo onde a determinação écolocada no presente ou na simultaneidade dos processos.

Definição: “Princípio segundo o qual todo fato tem uma causa e, nas mesmas condições, as mesmas causas produzem os mesmos fatos, o que implica a existência de leis específicas que regem fatos e causas.”

Materialismo

Doutrina filosófica que admite como realidade apenas a matéria. Nega a existência da alma e do mundo espiritual ou divino.Formulada pela primeira vez no século VI a.C., na Grécia, ganha impulso no século XVI, quando assume diferentes formas. Para os gregos, os fenômenos devem ser explicados não por mitos religiosos, mas pela observação da realidade. A matéria é a substância de todas as coisas. A geração e a degeneração do que existe obedecem a leis físicas. A matéria encontra-se em permanente metamorfose. A alma fazparte da natureza e obedece às suas leis.
No século XVIII, o francês Julien de la Mettrie (1709-1751), os pensadores da Enciclopédia e o barão de Holbach (1723-1789) lançam o materialismo filosófico, doutrina que considera o homem uma máquina e nega a existência da alma, em oposição ao espiritualismo. No século XIX surge na Alemanha o materialismo científico, que substitui Deus pela razão oupelo homem, prega que toda explicação científica resulta de um processo psicoquímico e que o pensamento é apenas um produto do cérebro. Seus principais formuladores são Karl Vogt (1817-1895), Ludwig Buchner (1824-1899) e Ludwig Feuerbach (1804-1872). O marxismo, por sua vez, baseia-se numa concepção materialista da história - denominada materialismo histórico por Friedrich Engels (1820-1895) -,...
tracking img