Detecção de microorganismos em fluidos de corte de base mineral e vegetal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1026 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Detecção de Microrganismos em Fluidos de Corte de Base Vegetal e Mineral

DANIELLE SOUZA VIEIRA, FLÁVIA ZAGO SEGATTO, DENISE VON DOLINGER DE BRITO, DÉBORAH OLIVEIRA ALMEIDA E ÁLISSON ROCHA MACHADO
Universidade Federal de Uberlândia. Av Pará 1720, Campus Umuarama, CEP: 38400-720.
flaviazago@msn.com

A utilização do fluido de corte nas operações de usinagem é essencial para obtenção deum melhor acabamento superficial da peça, com o mínimo desgaste da ferramenta de corte. O fluido de corte promove o resfriamento e a lubrificação da peça como da ferramenta de corte e ainda auxilia a remoção de cavacos, dentre outros. Porém, ele é freqüentemente atacado por microrganismos, resultando em alteração nas propriedades originais do fluido, com perda das características lubrificantes eanticorrosivas, além de ser apontado como responsável pelo surgimento de problemas à saúde dos operadores (Thomé et al, 2007).
O objetivo desse trabalho foi estudar o desenvolvimento de microrganismos presentes nos fluidos de corte utilizados em operações de torneamento, e a sua relação com o operador e com os custos de usinagem.
Foram coletadas amostras de três fluidos de cortedurante os testes realizados num torno CNC Multiplic 35D, da Romi. Adicionalmente, foram utilizados recipientes com capacidade de 5L, onde o fluido esteve armazenado por 30 dias, para simular o reservatório da máquina de usinagem sem atividade. Os fluidos utilizados foram: Fluido A, que é um fluido de corte solúvel sintético de base éster; Fluido B, que é um fluido de corte solúvel semi-sintético; eFluido C, que é um fluido sintético verdadeiro a base de polímeros. Os fluidos foram colhidos nas concentrações de 3%, 7% e 10%. As coletas foram realizadas de outubro de 2009 a maio de 2010.
Para a análise dos microrganismos foi feita a coloração de Gram para separar as bactérias em Gram negativas e Gram positivas. Os cocos Gram positivos foram subcultivados em Ágar Manitol Salgado eavaliada a fermentação do meio, seguido dos testes de catalase e coagulase. Os bacilos Gram negativos foram inoculados no Ágar Mac Conkey, e depois foi feito teste OF (oxidase e fermentação) e oxidase, além de outros testes da série bioquímica para chegar até a espécie bacteriana: SIM (produção de H2S, indol e motilidade), citrato, uréia, lisina descarboxilase (LDC). O fungo foi identificado com base namorfologia em meio de cultura e avaliação de esporos e hifas.
Dentre as 45 coletas realizadas do fluido no torno, 18 apresentaram algum tipo de crescimento microbiano, representando 40,0% das amostras. Dentre as 81 coletas realizadas do fluido em recipientes, 32 apresentaram crescimento, representando 39,5%, sendo que na concentração de 10% houve o crescimento de somente Bacillus sp comomostrado na Tabela 1.
A presença de componentes orgânicos e sais minerais na formulação do fluido são fontes de nutrientes para os microorganismos se desenvolverem. As amostras coletadas dos recipientes apresentaram crescimento abundante de Bacillus sp. Anaeróbico, como pode ser visto na Tabela 2, que pode ter relação com a disposição de oxigênio no meio, já que recipientes fechados impedema entrada de oxigênio.
Os microorganismos presentes nos fluidos podem ter origem de diversas fontes como solo, água, pessoas que manipulam a máquina (trato respiratório, digestório, pele), do ar, dentre outros (Passman, 2002). Alguns métodos utilizados para evitar esse crescimento são o uso de biocidas, a redução da porcentagem de água (Rossmoore, 1993), a pasteurização, a redução datemperatura (Besse, 2006) e o uso de radiação de Cobalto 60 e aplicação de Ozônio (Howes, 1992).
Neste trabalho, foram encontrados microrganismos já descritos na literatura por serem comuns em fluidos de corte e devem ser evitados devido a quantidade de problemas que podem gerar para a máquina (perda das características lubrificantes e anticorrosivas) e para a saúde dos operadores (infecções...
tracking img