Detecção de falhas em rolamentos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1637 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO FEDERAL DE ENSINO TECNOLOGICO DA BAHIA
CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA

DETECÇÃO DE FALHAS EM ROLAMENTOS LUBRIFICADOS A NÉVOA DE ÓLEO ATRAVÉS DA ANÁLISE DE VIBRAÇÃO

ROGÉRIO ROHRS DO AMARAL JÚNIOR

SALVADOR
2008
DETECÇÃO DE FALHAS EM ROLAMENTOS LUBRIFICADOS A NÉVOA DE ÓLEO ATRAVÉS DA ANÁLISE DE VIBRAÇÃO

ROGÉRIO ROHRS DO AMARAL JÚNIOR

Projeto de pesquisa apresentado noCEFET/BA com o objetivo de
aprendizado e obter aprovação na disciplina Metodologia da Pesquisa do curso de Engenharia Mecânica.

Orientador: Professor José Martin Ucha

SALVADOR
2008

SUMÁRIO

1. JUSTIFICATIVA 4

2. REVISÃO DE LITERATURA 5

3. FORMULAÇÃO DE PROBLEMA 6

4. OBJETIVOS 6
OBJETIVOS GERAIS 6
. OBJETIVOS ESPECIFICOS 6

5.HIPÓTESE 7

6. METODOLOGIA 8
DELINEAMENTO 8
INSTRUMENTO DE COLETA DE DADOS 8
PROCEDIMENTO DE ANÁLISE DE DADOS 8

7. CRONOGRAMA 9

REFERÊNCIAS 10

1 JUSTIFICATIVA

a. Conhecimento sobre o tema
O rolamento é um dos componentes mecânicos de equipamentos rotativos mais críticos causadorde defeitos e falhas. Na busca de evitar esses problemas, tem-se investidos bastante em novas tecnologias, uma delas é a substituição do modelo tradicional de lubrificação por nível de óleo para a do tipo névoa de óleo (oil-mist). Este tipo de lubrificação trouxe diversos benefícios e a diminuição de falhas em rolamentos.
A névoa consiste em uma mistura de ar e óleo que serve para lubrificar,preservar, proteger, limpar e resfriar os equipamentos. A névoa foi desenvolvida na Europa em 1930 por um fabricante de rolamentos, em 1948 foi introduzida nos EUA e em 1970 nas indústrias de Refino e Petroquímicas.
Porém na lubrificação a névoa tem que se ter um controle muito maior de suas variáveis: pressão da nevoa, densidade da mistura ar óleo, temperatura do ar e da nevoa e a qualidade doóleo. Uma dessas variáveis fora do especificado pode causar grandes problemas e falhas bruscas.
Hoje a RLAM (Refinaria Landulpho Alves de Mataripe) tem investido muito recursos para assegurar a confiabilidade dos equipamentos de plantas. A manutenção preditiva é o foco para aumentar a confiabilidade das bombas centrífugas. A pouco tempo a Petrobrás implantou a lubrificação por névoa de óleo nasbombas centrifugas o que representou um grande avanço para diminuir as falhas nos rolamentos. Foi evidente que alguns equipamentos que tinham problemas crônicos com falha de rolamentos passou a não ser mais afetado. Contudo, apesar de ter diminuído, ainda percebe-se algumas falhas de rolamentos lubrificados por nevoa, inclusive com acidente grave ocorrido numa refinaria em Minas Gerais que gerou umincêndio de grande proporção.

b. Contribuições trazidas pela pesquisa
Com a detecção da falha no seu estado inicial têm-se vários benefícios, tais como: redução de inutilização de outros componentes da bomba causado pela falha do rolamento, redução do risco de acidente em bombas que operem com produtos inflamáveis ou em altas temperaturas, diminuição dos gastos com paradas não programadas eperdas de produção, prevenção quanto a possíveis desajustes da alimentação de névoa, atuação preventiva para modificação do lubrificante ou do tipo de lubrificação, melhor planejamento da manutenção, tendo em vista que poderemos estimar um período até que a bomba falhe, redução do tempo de reparo e do número de intervenções, maior confiabilidade operacional e redução de custos com manutenção.c. Relevância do problema
Existe atualmente cerca de 1200 bombas centrifugas lubrificadas por névoa de óleo operando na RLAM. A falha, por exemplo, de uma bomba de carga pode causar a parada de produção de uma planta representando prejuízo de milhões de litros de petróleo refinado diariamente. Muitas dessas bombas transportam fluidos altamente inflamáveis e em temperaturas elevadas, a falha...
tracking img